INFRAESTRUTURA III: Estado lança edital de conservação de 193 quilômetros de rodovias na região Oeste

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) publicou edital para licitar serviços de conservação do pavimento de 193,27 quilômetros de rodovias da região Oeste. O orçamento estimado é de R$ 61.005.629,78, contemplando os municípios de Assis Chateaubriand, Boa Vista da Aparecida, Cafelândia, Capitão Leônidas Marques, Catanduvas, Iracema do Oeste, Jesuítas, Nova Aurora, Toledo e Três Barras do Paraná, com uma população total de cerca de 262 mil pessoas.

Assis Chateaubriand - “São 10 cidades atendidas neste novo edital, mas considerando a situação das pistas e o volume de tráfego, é inegável que a população de Assis Chateaubriand é a que mais aguardava por esta solução. São 40 quilômetros que vamos revitalizar entre Assis Chateaubriand e Toledo, e outros 18 quilômetros que serão atendidos de Assis até o Rio Piquiri, rota que leva para a PR-323”, afirma o secretário estadual de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

Priorizados - “E esses trechos estão priorizados por terem os maiores volumes de tráfego de veículos das rodovias nesse edital, e por precisarem de mais serviços para ficarem nas condições que os usuários exigem e merecem”, acrescenta.

Abertura de envelopes - No dia 1º de outubro às 14h serão abertos os envelopes com propostas de preços das participantes, no auditório do DER/PR em Curitiba, e com transmissão ao vivo pela internet. Empresas interessadas devem protocolar suas propostas e documentos de habilitação até a véspera, ou entregá-los no início da sessão de abertura.

Concorrência Pública - A licitação acontece na modalidade Concorrência Pública, em que será considerada vencedora a empresa que apresentar a proposta mais vantajosa e tiver sua documentação habilitada.

Vigência do contrato - A vigência do contrato para a realização dos serviços é de 730 dias (dois anos).

Melhorias - O edital prevê serviços de tapa buracos emergenciais, remendos superficiais e profundos, selagem de trinca, fresagem, reperfilagem, microrrevestimento asfáltico, desconfinamento lateral de bordo, drenagem longitudinal, drenagem transversal, sinalização horizontal e instalação de tachões refletivos bidirecionais. Eles são feitos de acordo com as necessidades de cada trecho, avaliadas mediante levantamento visual promovido pelo DER/PR.

Reparos de segurança - “De imediato, vamos realizar reparos de segurança em todos os trechos contemplados, solucionando as patologias no asfalto que são mais intrusivas ao condutor, como buracos, afundamentos e escorregamentos. Daí partimos para os serviços que aumentam a vida útil do pavimento e garantem mais conforto aos usuários, nos trechos priorizados do contrato”, explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

Condições - “Temos menos de 10% dessas rodovias em condições ruins e com esses serviços vamos reverter essa situação, deixando todo o pavimento em condições boas e muito boas”, afirma.

Frentes de trabalho - As frentes de trabalho devem começar a atuar na PR-486 entre Assis Chateaubriand e o Rio Piquiri, na PR-317 entre Toledo e Bragantina, na PR-484 em Capitão Leônidas Marques, e na PR-239 entre Assis Chateaubriand e Bragantina.

Inovação - Estas rodovias estavam contempladas em um dos programas de conservação do DER/PR, mas a descontinuidade dos serviços levou à rescisão contratual. O departamento optou por licitar um novo contrato de conservação do pavimento, utilizando levantamentos atualizados e soluções mais modernas, que estão sendo trabalhadas para futuros programas de conservação.

Novidade específica - Uma novidade específica desse contrato é a inclusão de melhorias nos acostamentos das rodovias. Visando diminuir o degrau entre a pista de rolamento e este espaço lateral, serão realizados os serviços de aplicação de pintura de ligação e reperfilagem com Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) com espessura de 2,50 centímetros em metade da extensão dos acostamentos existentes.

Projeto - Paralelamente a essa iniciativa de conservação do pavimento, está em andamento a elaboração do projeto executivo de restauração e ampliação da capacidade da PR-317 e PR-239 no trecho entre Toledo e Assis Chateaubriand, uma iniciativa do Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Paraná, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Subtrechos - A iniciativa está dividida em três subtrechos, sendo o primeiro a PR-239, entre Assis Chateaubriand e Bragantina. Além da ampliação da capacidade, que prevê soluções como acostamentos e terceiras faixas, também será avaliada a construção de um viaduto no entroncamento com a PR-486 e PR-364 em Assis, bem como a execução de vias marginais no perímetro urbano do município, um viaduto no entroncamento com a PR-581, acesso para Tupãssi, e vias marginais e retornos em Bragantina.

Segundo - O segundo subtrecho contempla a PR-317 entre Bragantina e Toledo, com previsão de executar um viaduto no entroncamento com a PR-182, em Toledo.

Terceiro - E o terceiro subtrecho trata da implantação do Contorno Oeste de Toledo, uma nova ligação entre a PR-317 e a BR-163, visando retirar o tráfego de longa distância das avenidas da cidade. (Agência de Notícias do Paraná)

FOTO: DER

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn