INFRAESTRUTURA II: Balanço da Portos do Paraná aponta aumento na participação ferroviária no transporte

infraestrutura I 31 08 2021Das 34,89 milhões de toneladas de cargas que chegaram ou saíram do Porto de Paranaguá, entre janeiro e julho deste ano, 6,72 milhões foram transportadas em vagões. O volume corresponde a 19,3% do total.

Participação maior - A participação do modal ferroviário no transporte dos produtos, nos sete meses deste ano, está 29,5% maior do que o mesmo período de 2020. No ano passado, das 33,3 milhões de toneladas importadas e exportadas, 14,9% (4,97 milhões de toneladas) foram transportadas em trens.

Movimentação mensal - “Considerando a movimentação mensal, o aumento observado é ainda maior. No último mês de julho, 20,8% da carga chegou ou saiu dos portos do Paraná em vagões”, diz o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

Volume - Em volume, isso representa 1,2 milhão de toneladas, das quase 5,8 milhões movimentadas no último mês. Nos mesmos 31 dias, em 2020, 16,24% - ou seja, 831.580 toneladas, das 5,12 milhões de toneladas transportadas no mês – saíram ou chegaram a Paranaguá pela ferrovia.

Nos trilhos - Milho, soja, farelos, fertilizantes, derivados de petróleo, cargas em contêineres, trigo e açúcar são os produtos que chegaram ou saíram do Porto de Paranaguá em vagões, neste ano, de janeiro a julho. A soja e o açúcar, em maior volume.

Segmentos - Altas no volume movimentado pela ferrovia foram registradas em vários segmentos: no transporte da soja (quase 2,7 milhões de toneladas neste ano, em vagões; quase 2,6 milhões de toneladas em 2020); dos fertilizantes (169.707 toneladas neste ano; 63.610 toneladas em 2020); dos derivados de petróleo (neste ano foram 141.218 toneladas; em 2020 não teve volume em vagões); de cargas em contêineres (616.299 toneladas neste ano; sem registro desse transporte ferroviário em 2020); de trigo (9.527 toneladas neste ano; sem registro em 2020); e de açúcar (1,96 milhão de toneladas neste ano; 1,51 milhão em 2020).

Rodovia - “Quando aumenta a participação do modal ferroviário, consequentemente diminui o volume de carga transportada pela rodovia, motivado, principalmente, pelo valor do frete”, acrescenta Luiz Fernando Garcia.

Volume de cargas - Neste ano, em julho, 77,48% do volume total de cargas (4,48 milhões de toneladas) chegaram ou saíram em caminhões. No mês, no ano passado, essa participação do modo rodoviário era de 82,63% (4,23 milhões de toneladas).

Sete primeiros meses - Considerando a movimentação dos sete primeiros meses do ano, a participação do modal ferroviário no transporte da carga é de 78,6%, equivalente a 27,41 milhões de toneladas. Em 2020, de janeiro a julho, esse total era de 83,7% - 27,86 milhões de toneladas.

Oleoduto - Do total de 34,89 milhões de toneladas movimentado de janeiro a julho, neste ano, 2,2% chegou ou saiu do Porto de Paranaguá pelo duto. Trata-se das 758.117 toneladas de derivados de petróleo que são transportadas direto da ou para a refinaria pelo modal. (Agência de Notícias do Paraná)

FOTO: Cláudio Neves Portos Paraná

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn