Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias Cotriguaçu: Primeiro moinho de trigo com APPCC no país

 

 

cabecalho informe

Cotriguaçu: Primeiro moinho de trigo com APPCC no país

Ao implantar moderna sistemática de qualidade em seu moinho de trigo, a Cotriguaçu passa a ser uma das primeiras do país em ajustar-se oficialmente às mais recentes exigências do mercado internacional. Através de consultoria do Senai de Cascavel, a cooperativa recebeu no último dia 2 de setembro a Declaração de Implantação do sistema "Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle" (APPCC), colocando seu moinho à frente dos demais, adequando-o às novas exigências de mercado. "Esta declaração de APPCC garante aos compradores e também aos consumidores de que todo o processo de industrialização da farinha produzida pela Cotriguaçu está livre de contaminação", conta o presidente da Cotriguaçu, Dilvo Grolli.

Reconhecimento - Ele lembra ainda que tanto a Cotriguaçu como as cooperativas a ela filiadas, produzem uma matéria prima de primeira qualidade e que esta declaração dada pelo Senai, é uma forma de reconhecimento a todo este importante trabalho que vem sendo desenvolvido há vários anos. "Todos os produtos industrializados hoje pelo moinho da Cotriguaçu saem com garantia de qualidade, dentro dos mais rígidos controles de segurança alimentar. Com a APPCC, a nossa farinha passa a ser destaque no cenário nacional, afinal, nenhum outro moinho no país conseguiu até a presente data o que foi outorgado à Cotriguaçu", frisa Grolli. Ele reconhece que esta conquista se deve também ao excelente trabalho realizado pelo quadro funcional do moinho de trigo da própria central e também das cooperativas singulares, fundamentais para esta importante conquista para o sistema cooperativista paranaense", destaca Dilvo Grolli.

O que é APPCC - O sistema APPCC foi desenvolvido para garantir a produção de alimentos seguros à saúde do consumidor e seus princípios são utilizados no processo de melhoria da qualidade em vários países. O sistema APPCC contribui para uma maior satisfação do consumidor, torna as empresas mais competitivas, amplia as possibilidades de conquista de novos mercados, além de propiciar a redução de perdas de matérias-primas e produto. O sistema é recomendado por organismos internacionais como a OMC (Organização Mundial do Comércio), FAO (Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura), OMS (Organização Mundial de Saúde) e pelo Mercosul e é exigido pela Comunidade Européia e pelos EUA. No Brasil, o Ministério da Agricultura e Abastecimento já tem ações objetivando a adoção do sistema APPCC pelas Indústrias Alimentícias.


Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias