Início Sistema Ocepar Comunicação Rádio Paraná Cooperativo

 

cabecalho radio

Parcerias com municípios vão reforçar defesa sanitária animal


Da suspensão da vacinação contra a febre aftosa nos rebanhos do Paraná nasce a necessidade de ampliar a defesa sanitária nos municípios. O novo status sanitário, que culminará no selo de área livre de vacinação em 2021, permitirá ao Paraná alcançar novos mercados na cadeia de exportação das carnes.

Com o fim da vacinação, o Paraná iniciou campanha de cadastramento obrigatório de todos os animais de produção, com vigilância sanitária redobrada, que está acontecendo agora em novembro. A medida acontecerá duas vezes por ano, nos meses de maio e novembro, e ficará a cargo da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar), com apoio dos municípios.

No dia 15/10, quando esteve em Curitiba para assinar a Instrução Normativa que proibiu a venda e o uso de vacinas contra Febre Aftosa no Paraná, a Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, já havia falado que o Estado está caminhando passo a passo rumo ao reconhecimento internacional.

baixar icon
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn