Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias PRIMATO II: Com tema Sustentabilidade e Desenvolvimento, cooperativa sedia mais um CBN Agro

 

 

cabecalho informe

PRIMATO II: Com tema Sustentabilidade e Desenvolvimento, cooperativa sedia mais um CBN Agro

 

primato II 29 04 2019A primeira edição da CBN Agro em Toledo em 2019 teve como tema “Sustentabilidade e Desenvolvimento – 10 desafios para o futuro do agronegócio”, realizado na Associação da Primato Cooperativa Agroindustrial na noite de terça-feira (23/04). O evento é promovido pelas Rádios CBN e Massa FM em parceria com a Primato, na cidade de Toledo (PR). Ao todo, são oito eventos no Paraná e um no Mato Grosso do Sul.

 

Participantes - Cerca de 200 pessoas participaram do evento que teve como palestrante Xico Graziano, engenheiro agrônomo, consultor e professor. “Com imenso prazer que mais uma vez somos parceiros deste evento importante para o agronegócio, trazendo informações que podemos aplicarmos em nossas propriedades”, disse o presidente da Primato Ilmo Werle Welter dando as boas-vindas aos participantes.

 

Cenário - Na primeira parte da palestra, Xico Graziano mostrou um cenário que projeta o futuro do agronegócio para os próximos anos. “Para desenvolver este ciclo de palestras, organizei uma ideia, através de minhas experiências, estudos e acontecimentos para que seja possível discutirmos e até, nos desafiarmos através de questionamentos sobre como será o futuro e se estamos fazendo nosso dever de casa”, disse.

 

Desafios - Confira os principais desafios apresentados:

 

1- Economia fechada (25%) vai abrir suas portas para o mundo

“Economia brasileira é muito fechada e somente através da abertura poderemos ter desenvolvimento, geração de trabalho e recursos. Não significa que vamos perder espaço para empresas internacionais, mas sim, abrir as portas para o mundo. Todas as economias que o fizeram, estão hoje, melhores daquelas que não abriram seu mercado. E o Brasil, é pouco aberto atualmente”.

 

2- Novo ciclo de crescimento econômico vai aquecer o mercado interno

“Através das reformas necessárias do governo, teremos um novo ciclo de aquecimento do mercado interno, trazendo o desafio maior do que somente a exportação”.

 

3- Liberalismo vai reduzir subsídios e acabar com a mamata pública

“Grande desafio para que o Estado seja eficiente, deixe os setores trabalharem e com isso focar no que é seu dever. Educação, saúde, segurança e saneamento. Aqui um paradigma, afinal, o agronegócio vive muito de subsídios, por isso, grande desafio”.

 

4- Valorização da meritocracia vai enfrentar o velho clientelismo

“Sem dúvidas, um desafio grandioso, afinal, esta é uma prática arraigada não somente no poder público, afinal, se você conhece alguém aqui na cooperativa, a maioria quer a sua indicação para o posto. Pronto, aqui está o clientelismo. Méritos por produtividade será uma revolução nas relações de trabalho”.

 

5- Sociedade exigirá transparência e compliance na gestão

“Procedência, algo que está cada vez mais corrente entre os consumidores. Produzir alimentos saudáveis, com rastreabilidade, algo fundamental, que notei a Primato fazendo aqui, afinal, está em sua missão. As empresas entenderam que, a transparência é necessária para dizer: ‘não somos como empresas fraudulentas, corruptas. Trabalhamos corretamente’. Isso é compliance na gestão”.

 

6- Sustentabilidade e economia de baixo carbono irão se impor na produção

“Qual é o tipo de energia que a empresa utiliza para produzir? A busca é por energias de baixo carbono, mais limpas, como eólica, solar, biodiesel, biodigestores. E isso será estampado em suas embalagens. Nós produzimos através de energia que não agride o meio ambiente”.

 

7- Alimento saudável será a principal característica da demanda

“Antes de iniciar li a missão da Primato. Alimentar o Mundo Saudável. Perfeito, está alinhado com este desafio, afinal, cada vez mais será isso que o consumidor vai exigir. E o Brasil tem todos os requisitos para que esse ponto seja suprido sem problemas, desde que as empresas implementem isso em sua missão, assim como faz aqui a Primato”.

 

8- Evolução tecnológica exigirá romper paradigmas 

“Um bom exemplo que uso é o drone. Fico pensando, com o avanço tecnológico, mais do que apenas mapear a lavoura, imaginamos então que daqui algum tempo, além da leitura, quando encontrar algo em determinado ponto, ele aplicasse de forma otimizada, o defensivo no local? Vai ser sensacional, mas, e as empresas que produzem os pulverizadores gigantes como as parrudas? Vão vender o que? Aí está a necessidade de rompermos os paradigmas, afinal, muita coisa utilizada hoje se quer vai existir em uma ou duas décadas”.

 

9- Cooperação e compartilhamento gerará o conhecimento futuro

“Esse ponto percebo que o Paraná de forma geral é muito organizado e aqui estamos em uma cooperativa que aplica na prática. Precisamos de cooperação para sermos competitivos, compartilhando ideias, espaços, expertises e experiência, agilizando o processo de conhecimento e produção, criando um ambiente favorável para o mercado e nossas vidas no futuro”.

 

10- Renovação será primordial na sobrevivência empresarial

“Se fala muito em sucessão familiar, o que acredito ser fundamental na renovação, porém, é preciso que essa renovação seja enfática e corrente, porque o mercado cada vez mais demanda que os negócios estejam alinhados com o anseio do consumidor, suas regulamentações e exigências, que por sua vez trabalhe e produza para que o movimento econômico seja expansivo e estruturado. Somente assim, teremos empresas que incentivem mais do que o ponto econômico, mas sim, àquele que traz qualidade de vida a todos”. (Imprensa Primato)

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias