Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias REUNIÃO INSTITUCIONAL: Sistema Ocepar apresenta indicadores da Cotranspel, cooperativa de transporte

 

 

cabecalho informe

REUNIÃO INSTITUCIONAL: Sistema Ocepar apresenta indicadores da Cotranspel, cooperativa de transporte

O Sistema Ocepar se reuniu, na tarde desta quinta-feira (27/08), com representantes da Cotranspel Cooperativa de Transportes de Cargas de Quedas do Iguaçu. Com sede em Quedas do Iguaçu, a mais de 230 km de Foz do Iguaçu, a Cotranspel presta serviços de transporte de cargas para a Araupel, empresa do setor de beneficiamento de produtos de alto valor em madeira. “Temos que parabenizar a atuação da cooperativa. Apesar das dificuldades que o momento traz, ela está conseguindo manter suas atividades, sem impactar a remuneração de seus cooperados. O maior risco vem do mercado e não da sua saúde econômica-financeira”, disse o coordenador de Desenvolvimento Cooperativo do Sistema Ocepar, João Gogola Neto. Também participaram da reunião, a gerente de Desenvolvimento Cooperativo, Maria Emília Pereira Lima, e os analistas Rodrigo Gandara Donini, Alexandre Amorim Monteiro e Devair Men. Pela Cotranspel, participaram o presidente Olair José Simioni, o contador João Luiz Zagurski Costa, o tesoureiro Elio Batzner, e os cooperados João Batista de Lima e Jeferson Luiz Piasecki.

Acompanhamento - As reuniões institucionais fazem parte do plano de trabalho do Sistema Ocepar. O objetivo é a apresentação e discussão da situação econômico-financeira da cooperativa, por meio da análise de indicadores e comparativos com outras cooperativas paranaenses do mesmo ramo e região. O acompanhamento do desempenho da cooperativa visa manter a qualidade da gestão, credibilidade perante terceiros, transparência perante o quadro social e, principalmente, a solidificação do sistema cooperativista. Em função da pandemia do novo coronavírus, essas reuniões estão ocorrendo por videoconferência. “O Sistema Ocepar está com 100% da sua equipe em home office. Mas não é por isso que vamos deixar de levar informações para as cooperativas filiadas”, ressaltou o coordenador. 

Panorama econômico - Nestas ocasiões, profissionais da Gerência de Desenvolimento Técnico da Ocepar apresentam um panorama da situação econômica do Brasil, com a análise de indicadores do PIB, câmbio, INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) e taxa Selic, cenário econômico do cooperativismo do Paraná. “Temos enfrentado uma série de efeitos econômicos, por conta da pandemia, e isto tem refletido no consumo e, consequentemente, na redução da inflação, e isto a longo prazo não é positivo. A taxa Selic tem um efeito compensatório porque tem o propósito de estimular o consumo, fazer a economia girar, mas temos percebido dificuldades nesse sentido”, comentou o analista Alexandre Amorim.

Cooperativismo - Os indicadores do cooperativismo também entram na pauta. Na reunião desta quinta, o analista Rodrigo Gandara Donini apresentou informações sobre o faturamento do setor, número de cooperados e empregos gerados.  Em relação ao ramo transporte, onde a Cotranspel se enquadra, são 37 cooperativas filiadas ao Sistema Ocepar, sendo 33 no segmento rodoviário, 2 no transporte de passageiros, 1 no transporte turístico e 1 de transporte náutico. “O ramo possui 3.496 cooperados e uma frota de 3.368 veículos. No ano passado, as cooperativas de transporte registraram um patrimônio líquido R$ 56,5 milhões e R$ 354,3 milhões em faturamento”, disse o analista.

Sescoop/PR - O último item das reuniões institucionais trata da atuação do Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Paraná (Sescoop/PR). “O Sescoop/PR é a entidade do Sistema S que atende o público cooperativista. Portanto, é importante que as cooperativas paranaenses saibam que têm apoio em projetos de formação profissional e promoção social”, afirmou a gerente de cooperativismo, Maria Emília Pereira Lima. “Além de apresentar a estrutura do Sescoop/PR, que é dividido por coordenações, e os cursos, treinamentos e demais ações que as cooperativas podem ser beneficiadas, falamos das novidades, como o Programa de Compliance e o Programa Inovação, que neste mês inicia o seu segundo ciclo”, comentou.

Segurança - “Temos que agradecer ao Sistema Ocepar que, mesmo com a pandemia, está apoiando as cooperativas. Isto traz mais segurança para quem está na base. Da nossa parte, estamos trabalhando muito para que a cooperativa tenha saúde financeira e força para apoiar seus cooperados”, disse o presidente da cooperativa, Olair José Simioni. “Sabemos que o momento é atípico. Para o próximo ano, esperamos que a organização retome sua agenda de cursos, fóruns e demais eventos porque isso fortalece o setor”, concluiu o contador João Luiz Zagurski Costa.

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias