Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias LIVE: Ricken e Bouwman participam de entrevista no Canal do Boi

 

 

cabecalho informe

LIVE: Ricken e Bouwman participam de entrevista no Canal do Boi

Os presidentes José Roberto Ricken e Willem Bouwman, do Sistema Ocepar e da Cooperativa Castrolanda, respectivamente, foram os entrevistados na manhã desta terça-feira (01/09) no programa Brasil Agro Cooperado, conduzido pelo jornalista Fabiano Reis. Durante uma hora, eles falaram sobre a contribuição do cooperativismo para o desenvolvimento do Paraná.

Desenvolvimento - Segundo Ricken, “a grande missão é criar oportunidades para que os produtores possam diversificar suas propriedades e agregar valor, buscar mercado, esta é a função do cooperativismo. Hoje temos 221 cooperativas em diversos ramos de atuação que representam mais de 2 milhões de paranaenses, responsáveis, em 2019, por um faturamento de R$ 87,6 bilhões”.

Planejamento - “O fato do cooperativismo no Paraná ter avançado um pouco mais que em outras regiões se deve aos planejamentos estratégicos que realizamos desde a fundação da Ocepar, em 1971”, disse Ricken. O dirigente destacou a região dos Campos Gerais, onde o cooperativismo se solidificou com os processos imigratórios, em especial de holandeses e alemães. “Famílias que vieram da Europa e trouxeram na bagagem os princípios da filosofia do cooperativismo, assim foi mais fácil o desenvolvimento. O segundo ciclo foram as cooperativas de café no Norte e Noroeste. O terceiro movimento com as migrações do sul, que se afixaram nas regiões Oeste e Sudoeste do Estado e que vieram para cultivar grãos e depois agregaram valor com a produção de carnes. Tudo isso aconteceu de forma planejada, conforma as vocações regionais”, lembrou.

Sucesso - Willem Bouwman, presidente da Castrolanda complementou e lembrou que para uma cooperativa ter sucesso é necessário que um grupo de pessoas tenham uma dificuldade em comum. “As cabeças, os conhecimentos se juntam com planejamento e encontram soluções. Poderia dizer que assim nasceu nossa cooperativa, com um desejo de resolver uma dificuldade em comum, por isso que as cooperativas aqui na região se desenvolveram a partir das décadas de 1950 em Castro”, frisou. Willem também destacou sobre o processo de intercooperação que acontece no cooperativismo da região, com um processo unificado de trabalho entre as cooperativas Castrolanda, Frísia e Capal.

Entrevista completa - Para assistir a entrevista completa, acesse: https://youtu.be/tmiSU79YvEI

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias