Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias COAMO: Obras do novo moinho de trigo em ritmo acelerado

 

 

cabecalho informe

COAMO: Obras do novo moinho de trigo em ritmo acelerado

A construção do moinho de trigo da Coamo continua a todo vapor. A fundação e os pilares do Departamento de Produtos Acabados (DPA) já estão prontos e agora começa outra etapa importante que é o levantamento do prédio do moinho de trigo e a cobertura metálica do DPA. Assim, no segundo semestre de 2014, após as conclusões das obras e montagens dos equipamentos, entrará em funcionamento a mais nova indústria da Coamo para moagem de trigo com tecnologia de ponta e que, também, estará entre as mais modernas da América do Sul.

Investimento - Com investimentos da ordem de R$ 80 milhões e capacidade para produção de 500 toneladas/dia, as obras civis começaram  em abril deste ano. O empreendimento está localizado no parque industrial da cooperativa, em Campo Mourão, no Centro-Oeste do Paraná.

Equipamentos de última geração - Segundo o superintendente Industrial da Coamo, Divaldo Correa, os equipamentos do novo moinho de trigo são modernos e de última geração, tendo sido adquiridos junto a fornecedor europeu que detém a liderança mundial na fabricação de máquinas e equipamentos para moagem de trigo.  Correa informa que a nova fábrica da Coamo irá processar 500 toneladas de trigo por dia com a produção de farinhas especiais que irá atender as demandas das indústrias e do varejo. “A tecnologia adotada para a panificação e fabricação de massas, biscoitos e bolos atenderá as necessidades dos consumidores que estão em busca de alimentos seguros e com qualidade.”

Importância - O presidente da Coamo, José Aroldo Gallassini, destaca a importância da nova indústria, que além de gerar dezenas de empregos diretos, abrirá novos mercados para a comercialização de trigo visando agregar maior valor a produção dos cooperados da Coamo. “O novo moinho de trigo da Coamo será uma indústria de ponta e terá o que existe de mais moderno para a produção de 500 toneladas/dia de trigo com a matéria-prima oriunda dos nossos cooperados”, explica Gallassini. Segundo ele, com o aumento na produção de farinhas especiais, será possível atender o mercado e buscar a melhoria da rentabilidade dos associados da Coamo. (Imprensa Coamo)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias