Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias ISI: Senai inaugura seu primeiro Instituto de Inovação do Brasil no Paraná

 

 

cabecalho informe

ISI: Senai inaugura seu primeiro Instituto de Inovação do Brasil no Paraná

laboratario-ISI 17 09 2013O Instituto Senai de Inovação (ISI) no Paraná foi inaugurado, nesta terça-feira (17/09), com a possibilidade de desenvolvimento de diversas linhas de pesquisa aplicada, em diferentes segmentos da indústria. Com equipamentos exclusivos no Brasil, o instituto vai oferecer soluções inéditas, ou que até então eram importadas pelas empresas, quando necessárias.O presidente do Sistema Ocepar, João Paulo Koslovski, participou da solenidade de inauguração. 

Linhas de atuação - Uma das linhas de atuação será na análise de líquidos, por sensores eletroquímicos. A partir da sua estrutura, o instituto vai oferecer uma análise rápida sobre a qualidade da água ou do leite, por exemplo. O equipamento poderá analisar e determinar a qualidade de uma determinada amostra de bebida. Com o instrumento, a população e as indústrias produtoras passam a ter à disposição uma ferramenta no controle de qualidade dos produtos.

Patologias - A partir da inauguração, o ISI – PR também começará a desenvolver pesquisas e tecnologias que auxiliarão nos diagnósticos de patologias – de origem animal ou humana – por meio de sensores eletroquímicos. A detecção das doenças que provocam abortos entre bovinos – um dos problemas de maior impacto nos rebanhos – é outra das possíveis linhas de atuação do Instituto. O mesmo instrumento vai possibilitar também a detecção de doenças em animais domésticos, o que vai possibilitar sua adoção em petshops, mercado em ascensão no Brasil, que já ocupa a segunda posição mundial no segmento.

Tintas - Outra importante contribuição do Instituto Senai de Inovação no Paraná, em parceria com institutos de inovação do Senai de Minas Gerais e de São Paulo, será o trabalho de  desenvolvimento de tintas contendo nanocápsulas, que poderão permitir a regeneração pós riscos ou pequenos danos. Serão tintas “inteligentes”, “autocicatrizantes”. Esta linha de pesquisa deverá ser um diferencial para o segmento de veículos automotores, de cosméticos e de móveis, por exemplo.

Materiais nanestruturados - Outro equipamento inédito na pesquisa aplicada à indústria é o Spark Plasma Sintering (SPS), que permitirá produzir novos materiais nanoestruturados, unindo metal à cerâmica. Testes de tração mostram que essa união é mais forte que o próprio metal, o que favorece seu uso em ambientes de altíssimas temperaturas, como motores de carros ou microturbinas, por exemplo.

S3IE – A inauguração do  ISI de Curitiba acontece durante o 1º Seminário Internacional de Inovação Industrial em Eletroquímica – S3IE. A proposta do evento é estreitar a relação da indústria com a inovação, tendo a eletroquímica como indutora do processo. Representantes de universidades e dos mais renomados centros de pesquisa – nacionais e internacionais – apresentarão suas pesquisas aplicadas em Eletroquímica. Mais informações no site  http://s3ie.senaipr.org.br. (Agência Fiep de Notícias)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias