Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias ECONOMIA: Poupança teve captação recorde em setembro de R$ 6,7 bi

 

 

cabecalho informe

ECONOMIA: Poupança teve captação recorde em setembro de R$ 6,7 bi

A caderneta de poupança marcou em setembro o 19º mês consecutivo de captação líquida de recursos, evidenciando mais uma vez o comportamento conservador do brasileiro. Os depósitos superaram os resgates em R$ 6,695 bilhões no mês passado, resultado recorde para meses de setembro. A marca anterior para o período era de 2012, com captação líquida mensal de R$ 5,95 bilhões.

Fundos - Também na indústria de fundos, as carteiras mais conservadoras foram o grande destaque de setembro. Nos nove primeiros meses deste ano, o ingresso líquido de recursos na caderneta alcançou R$ 48,947 bilhões, o que também resulta em recorde histórico para o período. Entre janeiro e setembro de 2012, o resultado líquido de aplicações tinha sido positivo, de R$ 33,186 bilhões. Nesses últimos 19 meses sem resgates líquidos, entrou no tradicional investimento um total de R$ 99,081 bilhões. Considerando o rendimento de R$ 2,706 bilhões de setembro, o patrimônio total da poupança chegou a R$ 566,882 bilhões.

Crédito imobiliário - Os bancos que aplicam recursos da caderneta em crédito imobiliário (SBPE) mostraram captação líquida de R$ 5,109 bilhões no mês passado. Já as instituições que destinam os recursos para o crédito rural registraram ingresso líquido de R$ 1,586 bilhão.

Selic - Com a taxa Selic subindo a 9% ao ano no dia 28 de agosto - data da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) -, a poupança voltou a ser remunerada pela "fórmula antiga" de 0,5% ao mês mais TR. Se o juro básico cair para 8,5% ou abaixo disso, o rendimento volta a ser equivalente a 70% da taxa Selic. (Valor Econômico)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias