Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias PARANÁ COMPETITIVO: Governo inclui mais oito investimentos no programa

 

 

cabecalho informe

PARANÁ COMPETITIVO: Governo inclui mais oito investimentos no programa

parana competitivo 01 04 2014O Governo do Estado incluiu mais oito empreendimentos no programa Paraná Competitivo. Foram concedidos benefícios fiscais para indústrias que investiram mais de R$ 40 milhões na instalação ou ampliação de unidades no Estado. O processo de enquadramento foi assinado nesta segunda-feira (31/03), em reunião do comitê gestor deliberativo do Paraná Competitivo, no Palácio Iguaçu.

Interior - O secretário estadual da Indústria, Comércio e Assuntos do Mercosul, Ricardo Barros, destaca que todos os enquadramentos são referentes a investimentos realizados em municípios do interior. "O incentivo ao crescimento desses empreendimentos no interior é fundamental para a criação de mais renda e emprego e assim melhorar a qualidade de vida dos paranaenses", reforça.

Integrantes - Também fazem parte do comitê gestor os secretários Reinhold Stephanes (Casa Civil), Luiz Eduardo Sebastiani (Fazenda) e Cassio Taniguchi (Planejamento).

Consolidação- Em pouco mais de três anos, o Paraná Competitivo já consolidou mais de R$ 26 bilhões em novos investimentos, que estão criando 150 mil empregos em todas as regiões do Estado. A estimativa é de que até o fim de 2014 o programa atraia mais de R$ 30 bilhões e crie 180 mil empregos.

Enquadramentos - Foram beneficiados a construção da fábrica de suco da Agro Pratinha em Paranavaí (R$ 4,9 milhões) e mais sete ampliações de unidades. A cooperativa Coasul expandiu o abatedouro de frangos em São João (R$ 11,7 milhões); o grupo GT Foods em Paranavaí para aumentar duas unidades: a de frangos e a que produz vegetais e pescados congelados (R$ 2,4 milhões); já a Romagnole ampliou a fábrica de materiais elétricos em Mandaguari (R$ 3,2 milhões).

Mais contemplados- Também receberam benefícios a ampliação dos abatedouros de frango da Granjeiro Alimentos, em Rolândia (R$ 8,9 milhões), e da Somave em Cidade Gaúcha (R$ 1,8 milhão); e a expansão da unidade da Ibema no município de Turvo (R$ 7 milhões).

Programa- O Paraná Competitivo foi criado no início de 2011 para reinserir o Estado na agenda dos investidores nacionais e internacionais. O programa contempla uma série de medidas por meio da dilação de prazos para recolhimento do ICMS (Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços), investimentos para melhoria da infraestrutura, comércio exterior, desburocratização e de capacitação profissional para tornar o Estado atrativo para novos empreendimentos produtivos que gerem emprego, renda, riqueza e desenvolvimento sustentável em todo o estado. (Agência de Notícias do Paraná)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias