Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 4814 | 04 de Maio de 2020

COVID-19 I: Comitê de Acompanhamento do Sistema Ocepar divulga comunicado 29

covid 19 comite 04 05 2020

O Comitê de Acompanhamento e Prevenção do Covid-19 do Sistema Ocepar divulgou, na manhã desta segunda-feira (04/05), o comunicado 29, com mais informações sobre medidas que estão sendo adotadas para amenizar os impactos da pandemia. Traz ainda informações sobre atividades da entidade, como o Fórum do Ramo Transporte, realizado por videoconferência.

1. Nesta quinta-feira, dia 30, foi realizada, por videoconferência, a reunião técnica com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, com a participação das equipes da OCEPAR, OCB, FECOAGRO e cooperativas, a fim de avançar nos pleitos do ramo agropecuário, com destaque: Procap-agro giro com objetivo de ampliar a liquidez em função da pandemia da Covid-19; Prorrogação das operações diretas e indiretas de investimentos das linhas equalizáveis contratadas com recursos do BNDES.; Linhas de crédito para operações de exportação - ACC-BNDES; Ajustes no Procap-agro estiagem; Calendário de reuniões para apresentação das propostas prioritárias do Sistema Cooperativista para o Plano Safra, 2020/21.

2. No dia 30 de abril, o Sistema Ocepar realizou o Fórum do Ramo Transporte, por videoconferência, com o objetivo de discutir alternativas para redução dos impactos econômicos causados pela pandemia da Covid-19. O Fórum contou com a participação de 40 dirigentes de 17 cooperativas do Paraná. Para ler a notícia completa clique aqui.

O Comitê- O Sistema Ocepar constituiu o Comitê de Acompanhamento e Prevenção do Covid-19 com objetivo de monitorar, receber, avaliar e comunicar seus públicos sobre as informações mais recentes ligadas à disseminação e precauções que devem ser tomadas diante da epidemia da doença. O grupo é formado pela Diretoria Executiva, coordenações de Gestão Estratégica e de Comunicação Social, com assessoramento jurídico e colaboração da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa).

GETEC: Informe traz as projeções de mercado para o PIB, IPCA, taxa Selic e Câmbio

getec 04 05 2020

A Gerência Técnica e Econômica do Sistema Ocepar divulgou nesta segunda-feira (04/05), mais um Informe – Expectativas de mercado, com base no Boletim Focus do Banco Central. O material traz as projeções do Bacen, feita com base em levantamentos com instituições financeiras sobre as projeções relativas à economia nacional, contemplando o Produto Interno Bruto (PIB), IPCA (Índice de Preços ao Consumidor), taxa Selic e câmbio para 2020, 2021 e 2022. Também está disponível um link com todos os informes elaborados pela Gerência de Desenvolvimento Técnico da Ocepar (Getec).

Informações - Para mais informações, entrar em contato com Maiko Zanella: maiko.zanella@sistemaocepar.coop.br / 41 3200-1115 ou com Jessica Costa: jessica.costa@sistemaocepar.coop.br  / 41 3200-1133.

Clique aqui e confira o informe econômico desta semana

Clique aqui e confira todos os informes já elaborados pela Getec

 

COCAMAR: Cooperados já venderam 30% da soja futura

 

cocamar 04 05 2020

O percentual de antecipação de venda de soja futura - referente a safra 2020/21, a ser semeada a partir de setembro nas regiões atendidas pela Cocamar -, alcançou 30% no final de abril. Conforme o superintendente de Negócios da cooperativa, Anderson Bertolleti, o índice é significativo pois o histórico aponta que, nessa mesma época, ele tem ficado em torno de 3%. Segundo Bertolleti, a aceleração dos negócios espelha o momento de turbulência política e de preocupação da economia com os desdobramentos da pandemia do novo coronavírus. Por conta desses fatores houve, nas últimas semanas, forte desvalorização do real frente ao dólar. Ao mesmo tempo, o câmbio favorável tem levado os produtores a comercializar a safra recém-colhida. No final de abril, 75% dos volumes entregues pelos cooperados já haviam sido fixados, para uma média nos últimos anos de 50%. “A intensidade de negócios é atípica para esta época do ano”, observa. A Cocamar recebeu cerca de 1,5 milhão de toneladas e soja, um recorde.

Mundo - O executivo menciona que em paralelo a esse cenário incomum no plano interno, o mercado internacional permanece atento aos impactos econômicos causados pela pandemia ao redor do mundo. E lembra que a China tem sinalizado movimentos por demanda de soja, sabendo-se que, pelo menos em um primeiro momento, o produto norte-americano pode voltar a ganhar peso.

Nova safra nos EUA - Outro fator que vem gerando especulações e atraindo as atenções dos especialistas do mercado, de acordo com Bertolleti, é quanto a definição do tamanho da nova safra norte-americana de soja, prestes a ser semeada. Segundo ele, a queda na demanda por etanol de milho naquele país pode promover uma transferência, para a soja, de áreas que normalmente seriam ocupados por milho. “É um pouco difícil, mas se isto acontecer, poderá haver pressão sobre os preços em Chicago.”

Insumos - Se de um lado os produtores estão se desfazendo de sua safra mais cedo este ano, de outro a atual relação favorável na troca de grãos por insumos está permitindo que eles antecipem a aquisição de produtos como sementes, fertilizantes e defensivos, para a safra de verão 2020/21. No dia 28/4, ao lançar a sua campanha de vendas de insumos, que vai até 15/5, a Cocamar registrou expressivos volumes de negócios. (Texto e foto: Assessoria de Imprensa da Cocamar)

CAPAL: Safra 19/20 ultrapassa 360 mil toneladas de soja

 

capal 04 05 2020

A produção de soja na safra 19/20 nas áreas atendidas pela Capal ultrapassou as 360 mil toneladas. O gerente operacional César de Almeida afirma que, com a safra praticamente encerrada, a quantidade recebida ficou dentro do programado. “O recebimento atendeu às expectativas dos associados, haja vista os investimentos realizados”, ressalta.

Dedicação - Os cooperados Capal alcançaram a marca com muita dedicação e empenho, uma vez que as condições climáticas foram desfavoráveis no início, conforme aponta o agrônomo Álvaro Couto, da Unidade de Wenceslau Braz. “Começamos a safra 19/20 enfrentando uma estiagem que durou praticamente todo o mês de outubro, período em que se concentra grande parte da semeadura da soja em nossa região”, aponta.

Dificuldade- Floriano Bosch, cooperado de Arapoti, confirma que a falta de chuvas foi uma dificuldade enfrentada durante a safra. “A cada início de plantio, começamos com bastante fé em Deus para que possamos ter uma boa safra. E assim foi, apesar de períodos preocupantes de estiagem”, conta.

Boas condições- O mês de novembro trouxe boas condições para o desenvolvimento da cultura. Mas as regiões de plantio mais tardio ainda sentiram o impacto do clima. “Algumas áreas que foram semeadas no final da janela de plantio tiveram sua produtividade afetada por um longo veranico, associado a altas temperaturas na fase de enchimento de grãos”, explica Álvaro. Em relação a pragas e doenças, o agrônomo indica que houve uma grande pressão de ferrugem e percevejos de meados de janeiro em diante.

Produtividade - Ainda assim, apesar das dificuldades de cada região, a safra teve, no geral, uma produtividade muito boa, com médias superiores às da safra anterior, que colheu 308 mil toneladas. Para Floriano Bosch, o resultado foi positivo. “Posso dizer que superaram as minhas expectativas as médias de produção que obtivemos na soja precoce, normal e na soja safrinha. Outra surpresa são os preços na comercialização que, por conta de fatores ‘fora da porteira’, estão trazendo bons resultados para todos nós”, completa.

Planejamento - O planejamento adequado é importante para superar condições desfavoráveis do clima e proporciona os bons resultados obtidos pelos produtores na safra. “Períodos de veranico e de alta temperatura são dificuldades que vamos enfrentar sempre em nossa região, e a maior ferramenta para encarar essas dificuldades é a construção de um bom perfil de solo”, destaca o agrônomo, que enfatiza a importância da preparação de safra. “Temos que construir solos produtivos, para dar condições das plantas superarem essas adversidades e expressarem seu potencial produtivo”, conclui Álvaro. (Imprensa Capal)

PRIMATO: Colaboradores recebem participação pelos resultados

 

primato 04 05 2020

A Primato Cooperativa Agroindustrial divulgou os números do exercício 2019 no dia 24 de abril durante a transmissão da AGO Digital. Foi o melhor resultado de sua história com um faturamento global de R$ 700,6 milhões no ano passado. Este resultado não seria possível se não fosse a participação importante dos colaboradores, que diariamente desenvolvem seu trabalho em todos segmentos de negócios da Primato. Como forma de agradecimento esta semana foi efetuado o pagamento por participação nos resultados.

Programa - O Programa de Participação de Resultados (PPR) é um dos benefícios que a Primato oferece aos seus colaboradores. “Ao final de um ano de trabalho, caso a cooperativa atinja a meta de resultado global projetada para o ano e a unidade que o colaborador trabalha também atinja as metas planejadas, 5% do resultado operacional líquido é dividido entre aqueles que estão aptos a receber”, explicou o presidente da Primato, Ilmo Werle Welter.

Normas - Segundo o presidente, para que o colaborador esteja apto a receber o benefício existem algumas normas. “Para que o colaborador esteja apto a receber a sua participação nos resultados, precisa ser merecedor. Entre os critérios estão: não sofrer acidente de trabalho por atos inseguros, não ter mais de três faltas sem justificativa, não pode ter advertência, suspensão disciplinar, muito menos ter sido desligado dentro do período de experiência ou demitido no ano base”, destacou Ilmo.

Conquista- Segundo os critérios estabelecidos no programa o colaborador conquista o direito a participar dos resultados. “A participação no PPR é uma conquista do colaborador por meritocracia, cumprindo com sua parte, por competências e habilidades. Cooperando com o coletivo, por meio de suas atitudes diárias, atendendo bem cooperados, clientes internos e externos, cumprindo com excelência os processos e tarefas, escala de trabalho, zelando pelo patrimônio da cooperativa”, enfatizou o diretor executivo da Primato, Anderson Sabadin que complementou, “além das atitudes de todos os dias que fazem parte do bem maior coletivo, como ter a consciência de economizar papel, reutilizar copo plástico ou ter a sua garrafinha, cuidar do ambiente de trabalho, desligar as luzes de salas e equipamentos não utilizados no final do expediente”.

Participação - O valor de participação de resultados conquistado foi pago em conta corrente de cada colaborador que se enquadrou nos critérios citados, após a aprovação na Assembleia Geral Ordinária, AGO. “O resultado é construído a cada dia, a cada trabalho, a cada atendimento com disciplina, quando somados ao longo do ano constituem nosso desempenho. Primaltenses, parabéns pelo trabalho em 2019, seu PPR já está na conta”, destacou o diretor presidente na mensagem enviada aos colaboradores da Primato. (Imprensa Primato)

SICREDI ALIANÇA: Brasileiros aumentam investimento na poupança

 

Sicredi Alianca 04 05 2020

Investimento tradicional dos brasileiros, a caderneta de poupança registrou o melhor desempenho do ano no último mês. Segundo dados do Banco Central, os depósitos superaram as retiradas em mais de R$ 12 bilhões, demonstrando que os brasileiros estão mais cautelosos em meio à pandemia do coronavírus, redescobrindo a importância de fazer uma reserva financeira.

Incremento - Em todo o Sistema Sicredi, a poupança registrou um incremento de mais de R$ 850 milhões, o maior desempenho dos últimos três anos na instituição financeira cooperativa, que está presente em mais de 22 estados e no Distrito Federal. Só na Central Sicredi PR/SP/RJ, houve um incremento de quase R$ 450 milhões. “O cenário econômico atual tem exigido investimentos mais seguros por parte dos brasileiros, o que impactou positivamente nos resultados da poupança. Neste momento, é importante fazer uma reserva para lidar com possíveis imprevistos ou planejar com mais segurança os investimentos futuros”, afirma a gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Cássia Zandoná França.

Instabilidade - Enquanto outros investimentos apresentam instabilidade, principalmente devido ao impacto econômico do coronavírus, a poupança está rendendo cerca de 2,625% em 2020, com a atual fórmula de rendimento - considerando a redução da Selic para 3,75% ao ano. “A modalidade é uma boa opção para quem não quer correr riscos, por oferecer uma remuneração garantida, com disponibilidade de resgate imediato em casos de emergência”, explica Adriana.

Confiança - Outro fator que contribuiu para o crescimento nos depósitos da poupança do Sicredi, de acordo com a gerente, é a confiança dos associados na instituição financeira. “Os brasileiros precisam guardar e investir o seu dinheiro em uma instituição sólida e que coloque o investidor no controle do seu patrimônio. Além disso, com o modelo de negócio que adotamos, transparente e participativo, as pessoas se sentem ainda mais seguras”, destaca.

Conheça o Sicredi Aliança - Com mais de 4,4 milhões de associados, 28 mil colaboradores e cerca de 1.800 agências, o Sicredi possui a maior rede bancária dos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, além de ser a única instituição financeira presente em mais de 100 municípios do Brasil. A instituição fechou o ano de 2019 com R$ 111 bilhões de ativos totais, R$ 17,5 bilhões em patrimônio líquido e R$ 3 bilhões de resultado líquido. O salto na carteira de crédito total foi de aproximadamente R$ 71 bilhões, com depósitos totais na casa dos R$ 70 bilhões.

Sobre o Sicredi- O Sicredi é uma instituição financeira cooperativa comprometida com o crescimento dos seus associados e com o desenvolvimento das regiões onde atua. O modelo de gestão do Sicredi valoriza a participação dos mais de 4,5 milhões de associados, os quais exercem papel de donos do negócio. Com presença nacional, o Sicredi está em 22 estados* e no Distrito Federal, com mais de 1.800 agências, e oferece mais de 300 produtos e serviços financeiros (www.sicredi.com.br). (Imprensa Sicredi)

*Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

(Assessoria de Imprensa Sicredi Aliança)

SICREDI RIO PARANÁ: Cooperativa inova e faz inauguração por live

 

sicredi rio parana 04 05 2020

Presidente Bernardes (SP) ganhou nesta segunda-feira (04/05) a 27ª agência da cooperativa de crédito, poupança e investimento Sicredi Rio Paraná PR/SP. Devido às circunstâncias de prevenção contra o coronavírus, a cerimônia de inauguração ocorreu por meio de uma transmissão ao vivo, às 9h. As pessoas puderam acompanhar, acessando as redes sociais da cooperativa @sicredirioparana.

Contingenciamento - O evento contou com contingenciamento de pessoas, apenas com a presença da diretoria da instituição, prefeito municipal e a equipe técnica que faz a transmissão. Eles estavam com máscaras e no espaço havia álcool em gel para higienização das mãos.

Atendimento - O atendimento ao público também começou nesta segunda e será feito das 11h às 16h. Segundo os decretos municipais nº 3.349/2020, nº 3.352/2020 e nº 3.354/2020 o atendimento aos associados e não associados deverá ser feito com a disponibilização de álcool gel, colaboradores e associados de máscaras. É possível também falar com os colaboradores da nova agência pelo telefone local, (18) 3262-8400.

Localização - A agência fica na rua Coronel Manoel Barbosa, 733 no centro de Presidente Bernardes-SP. (Imprensa Sicredi Rio Paraná PR/SP)

SICREDI UNIÃO PR/SP: Bate-papo on-line sobre investimentos

 

sicredi uniao 04 05 2020Buscando novas formas de estar próxima dos associados e compartilhar informações relevantes, a regional Norte da Sicredi União PR/SP realizou na manhã de quinta-feira (30/04), a primeira live pelo programa “Conecta 10”.

Agências - Utilizando a plataforma Teams, da Microsoft, o bate-papo foi organizado pelas agências das avenidas Bandeirantes, Inglaterra e Ayrton Senna (que será inaugurada em breve), de Londrina, e reuniu cerca de 40 pessoas on-line. O tema foi investimento e cenário econômico.

Novo modelo- A gerente de desenvolvimento da Regional Norte, Carla Sonoda, destacou que o Conecta 10 é um novo modelo. “Esta é uma nova forma de interação e acredito que será uma ferramenta importante para nos mantermos próximos nesse período em que é necessário seguir as regras de isolamento social”, frisou. A gerente destacou que as agências da Sicredi seguem abertas e que a cooperativa disponibiliza vários canais para atender os associados da maneira mais conveniente para cada um e seguindo todas as orientações de segurança.

Contexto econômico e perfil do investidor- Com a proposta de contribuir para que todos os associados tenham sempre e cada vez mais saúde financeira, o gestor de investimento da Sicredi União, Roberto Rodrigues, expert no assunto e com sólida formação no setor, conduziu a apresentação sobre investimentos.

Premissa básica- Segundo o especialista, a análise do contexto econômico e o perfil do investidor é uma premissa básica, constituindo os dois pilares que precisam estar juntos na escolha sobre como investir.

Reserva - Aliado a isso, e antes de mais nada, é preciso ter uma reserva de emergência. O ideal é ter um valor entre três a seis salários ou custos fixos, direcionando para uma aplicação que tenha liquidez e que possa ser usada facilmente caso seja necessário.

Definição - A partir daí, vem a definição da carteira de investimentos e para isso Roberto deixa claro que não existe receita pronta. A indicação do melhor investimento varia conforme fase da vida da pessoa, objetivos, e, principalmente, perfil do investidor: se conservador, moderado ou arrojado. Em todos os casos, diversificação é fundamental na composição de uma carteira de investimentos.

Orientação - E justamente na composição dessa carteira, neste momento inédito de pandemia, contar com a orientação de quem entende do assunto é fundamental. “O Sicredi oferece soluções para todos os perfis de investidores”, frisou o especialista, ressaltando que um dos fatores importantes na hora de escolher a instituição financeira para investir é justamente entender o grau de qualidade dessa instituição, medido por meio de nota de rating emitida por agências especializadas. (Imprensa Sicredi União PR/SP)

 

PARANÁ: Capacidade de realização de testes para diagnósticos da Covid-19 será ampliada em 830%

 

parana 04 05 2020O Paraná vai ampliar a capacidade de realização de testes para diagnósticos da Covid-19 em 830%. Parceria entre o Laboratório Central do Estado (Lacen) e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), ligado à Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), fará com que o número de testes diários no Estado salte dos atuais 600 para até 5.600. A previsão é que a operação entre em funcionamento na segunda quinzena de maio. O acordo permite ao Paraná repetir a estratégia de testagem em massa, ação de sucesso no controle ao Covid-19 em países como Coreia do Sul, Islândia, Croácia Chile e Austrália, entre outros.

600 por dia - Hoje, com a capacidade basicamente concentrada no Lacen, são realizadas cerca de 600 avaliações de amostras diariamente, restringindo o acesso a pacientes com sintomas graves ou pessoas que tiveram contato com casos confirmados, além de profissionais da saúde e segurança pública, ambos na linha direta de enfrentamento à doença.

5 mil por dia - Agora, com a instalação de oito novas plataformas para testes, totalizando dez estruturas à disposição do combate ao coronavírus, somente o IBMP terá condição de fazer mais 5 mil exames a cada 24 horas. O laboratório do instituto está instalado no Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar), campus da Cidade Industrial de Curitiba (CIC). Assim, o raio de ação do procedimento pode ser consideravelmente ampliado, incorporando maiores de 65 anos, idosos que moram em instituições de acolhimento e pessoas que apresentem alguma vulnerabilidade, além dos trabalhadores de outras atividades consideradas essenciais. A medida ajudará, ainda, a ter um retrato mais fiel da quantidade de pessoas assintomáticas na população.

Acompanhamento - O governador Carlos Massa Ratinho Junior afirma que a opção do Paraná por testes em massa permite acompanhar melhor a evolução da pandemia, orientando o Governo na tomada de decisões. “Países como Coreia do Sul e Cingapura fizeram isso e conseguiram se sair muito bem. Vamos testar o máximo de pessoas possível”, afirmou. “Faremos o que for possível para que a população paranaense sofra o mínimo por causa desta doença”, completou.

Mortes – Estatísticas apontam que locais com maior número de testes por milhão de habitantes tendem a ter um menor número de mortes por Covid-19. A ação, explicou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, permite, entre outros pontos, a intensificação do isolamento de infectados, principalmente dos casos assintomáticos, diminuindo por consequência a circulação do vírus. “Tudo o que tem sido feito no Paraná para combater o coronavírus é muito importante, uma união de esforços. Agora teremos um superlaboratório, com capacidade para realizar testes mais específicos, o que vai ajudar a obter diagnósticos mais precisos”, disse. “Será um belo arsenal nesta luta contra a pandemia”, completou Beto Preto. De acordo com o boletim divulgado pela Secretaria da Saúde na quarta-feira (29), o Paraná registra no total 1.348 confirmações da doença e 82 óbitos de pessoas residentes do Estado.

Padronizado pela OMS – Coordenadora da Unidade de Apoio para o Diagnóstico da Covid-19 do IBMP, Cristina Reinert explicou que o exame realizado no Estado segue a padronização exigida pela Organização Mundial da Saúde (OMS). São os chamados moleculares ou RT-PCR, considerados padrão ouro pela entidade. O teste, destacou ela, é a resposta final e precisa sobre a presença do vírus na amostra analisada, coletada por meio de secreções da garganta e nariz. “Ele detecta o ácido nucleico do vírus. Tendo vírus na amostra, vai aparecer mesmo se a pessoa não apresentar os sintomas”, disse. Segundo a coordenadora, o instituto está trabalhando 24 horas os sete dias da semana. A meta do IBMP é entregar o resultado dos exames em até 48 horas. “Isso vai possibilitar isolar de forma mais efetiva uma pessoa ou um grupo de pessoas”, afirmou.

Apoio – De acordo com o secretário Beto Preto, inicialmente a secretaria trabalha com uma demanda diária entre 1.500 a 2.000 exames, seguindo a atual linha epidemiológica do vírus no Estado. Assim, caso haja necessidade, o Paraná pode colaborar com os vizinhos do Sul, realizando exames também para Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “A capacidade é muito grande, por isso podemos ajudar. Somente o IBMP pode realizar 35 mil exames por semana”, destacou Cristina. (Agência Estadual de Notícias / Foto: Geraldo Bubniak)

SAÚDE.PR: 93 mortes no Paraná alertam pelo reforço no isolamento social

 

informes banner covid 19 04 05 2020A Secretaria de Estado da Saúde confirmou mais três óbitos pela Covid-19, totalizando 93 mortes causadas pelo novo coronavírus. Novas 22 confirmações também constam no informe deste domingo (03/04), somando 1.514 casos. Com o número de pessoas morrendo pela doença, a necessidade de isolamento social é maior para conter a transmissão da doença. As três mortes são de dois homens e uma mulher, todos estavam internados. Um homem de 44 anos, residente em Paranavaí, morreu neste sábado (02), uma moradora de Tamboara, de 53 anos, faleceu no dia 28 de abril, e o terceiro caso foi de um homem de 71 anos, residente de Fazenda Rio Grande que morreu neste domingo (03).

Inimigo invisível - "Estamos lutando contra algo não visível. Esse vírus não escolhe lugar de residência, não escolhe idade, nem sexo. E não podemos enfatizar que são os idosos os mais afetados. Vejam os dados em nosso Estado, temos mais de um terço de óbitos de pessoas jovens, são 32 mortes com idade entre 34 e 59 anos", disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Recomendação - A orientação do Governo do Paraná pelo isolamento social segue até que a pandemia perca força, reforça o secretário. Essa decisão se justifica pelas constantes avaliações feitas por especialistas da área de saúde em parceria com a Secretaria.Em algumas regiões do Estado, como a 14ª Regional de Saúde, em Paranavaí, que envolve 57 municípios, há 176 casos confirmados em 21 municípios e oito mortes de residentes em seis cidades.

Municípios – Dos 399 municípios paranaenses, um terço, ou seja, 133 têm casos já confirmados da doença. Os 22 novos casos são nos municípios de Arapongas (1), Céu Azul (1), Cianorte (1), Colombo (1), Curitiba (3), Guairacá (1), Londrina (1), Medianeira (2), Paranacity (1), Paranavaí (4), Ponta Grossa (1), São João do Caiuá (2), Tamboara (1) e Telêmaco Borba (2).

Recuperados - 987 são considerados recuperados, de acordo com os dados dos pacientes que já estão liberados do isolamento social que foram atualizados até a sexta-feira (1).

Residentes de fora – Pacientes que moram em outros estados e que tiveram o diagnóstico no Paraná são agora 19. O novo caso é de um morador do município de Pinhalzinho, em Santa Catarina, que recebeu atendimento em Sarandi e teve o diagnóstico confirmado para o novo coronavírus por exame laboratorial. Três residentes de fora do Estado foram morreram.

Apoio - As demonstrações de apoio ao isolamento social estão crescendo, como a do bispo Diocesano de Paranavaí, dom Mário Spaki, em vídeo disponibilizado pela diocese em que decide manter suspensas as atividades presenciais. "Prorrogo até o dia 15 de maio a suspensão das celebrações públicas da Santa Missa. Estaremos reavaliando dia após dia e se tudo melhorar nós mudaremos imediatamente e voltaremos a celebrar".

Prevenção - O bispo justificou a decisão enfatizando que é possível que a doença se espalhe durante as celebrações presenciais. "Mesmo com todos os cuidados, com álcool gel, limpando e usando máscara, faremos aumentar o número de pessoas infectadas e de pessoas hospitalizadas, e talvez faremos até aumentar o número de pessoas mortas", esclareceu dom Mário Spaki.

Ajustes de dados no monitoramento:
- Um caso confirmado por laboratório particular na data de 25/4 de Curitiba foi transferido para Fazenda Rio Grande.
- Cinco (5) casos confirmados anteriormente por critério clínico/epidemiológico, realizaram a testagem e tiveram o critério de diagnóstico alterado para Teste Rápido One Step COVID-2019 Test. (Agência Estadual de Notícias)


Versão para impressão


RODAPE