Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias AGRO: Cocamar lamenta a morte de Fernando Craidy

 

 

cabecalho informe

AGRO: Cocamar lamenta a morte de Fernando Craidy

cocamar II 21 02 2024Entre os mais renomados engenheiros civis do país, especializado na construção de modernas estruturas de armazenagem de grãos, Fernando Craidy, que já tinha idade avançada, morreu na manhã de terça-feira (20/02) em Porto Alegre. Como parte de seu legado, ele deixou uma história com muitas obras importantes a serviço da Cocamar.

Criando soluções - Natural de Ijuí (RS), Craidy atuou na construção de silos de norte a sul do Brasil, criando soluções que foram adotadas em várias partes do mundo. Foi Craidy quem projetou o primeiro armazém graneleiro com fundo em V da Cocamar, que foi também o primeiro com essa configuração do Paraná.

Do café para os grãos - Em entrevista no ano de 2013 para o livro Cocamar 50 anos, o engenheiro recordou que, em 1969, foi procurado por dirigentes da cooperativa que estavam no Rio Grande do Sul para conhecer armazéns de grãos. Tempos antes, o então ministro da Agricultura, Luis Fernando Cirne Lima, havia alertado os dirigentes para que “abrissem os olhos”, pois em pouco tempo o café daria lugar para lavouras mecanizadas.

Pioneirismo - Craidy foi quem idealizou e desenvolveu o modelo de armazéns com fundo em V. Ele disse: “Quando a lavoura de trigo começou a aumentar, foi identificada a necessidade de armazenagem e o silo tradicional, até então, custava muito. Em 1968, eu projetei o primeiro graneleiro com fundo em V, ideia, à princípio, combatida pelos técnicos das empresas estatais".

Acreditou - Segundo ele, esse armazém só foi possível construir porque o Luiz Carlos Aboot, diretor da Cetrin [Comissão Especial do Trigo Nacional}, do Banco do Brasil, acreditou no projeto e financiou. Quando ficou pronto, funcionou bem e muitos copiaram.

O quarto do país - De acordo com Craidy, primeiro graneleiro da Cocamar foi o quarto projetado no Brasil. “Depois de visitar armazéns no Rio Grande do Sul, os diretores da Cocamar foram na Cetrin e o Luiz Carlos Aboot me telefonou, pedindo que eu aceitasse fazer o projeto para a Cocamar".

Vantajoso - "Nessa ocasião, eu estava construindo o porto de Rio Grande, para a Cotrijuí, e tinha projetado mais três graneleiros com fundo em V que foram os primeiros do país. O graneleiro da Cocamar foi o quarto a ser projetado no Brasil. A ideia do fundo em V se justifica porque, na escavação, aumenta muito a capacidade a um baixo custo, ou seja, faz-se só a escavação. Ao mesmo tempo, aumenta o ‘rechego’ para o túnel e aumenta o rendimento da aeração”, completou.

Seguiu na Cocamar - Nos anos e décadas seguintes, o engenheiro projetou muitas outras obras para a Cocamar, tendo se tornado também um grande amigo da cooperativa.

Reconhecimentos - Em vários momentos, Craidy foi homenageado pela cooperativa e, em 2018, ele plantou uma árvore na Avenida Constâncio Pereira Dias. (Assessoria de Imprensa Cocamar)

 

icone prcoop icone instagram icone facebook icone X icone linkedin icone youtube icone flickr icone endereco