Imprimir
cabecalho informe

Informe Paraná Cooperativo - edição nº 5254 | 07 de Fevereiro de 2022

SHOW RURAL COOPAVEL I: Tema da 34ª edição ganha destaque na abertura do evento

1show rural I 07 02 2022“Nós somos a terra e fazemos parte dela e de tudo o que existe. Hoje é um dia especial e queremos agradecer a Deus e à vida. Obrigado também a todos que fazem este grande evento acontecer”. Essa foi a mensagem central do presidente Dilvo Grolli durante o início da missa que, na manhã do domingo (6/02), marcou a abertura da 34ª edição do Show Rural Coopavel, que acontece oficialmente até a sexta-feira, 11 de fevereiro, em Cascavel, no Oeste do Paraná.

Autoridades políticas, entre elas o prefeito Leonaldo Paranhos, o vice-prefeito Renato Silva e o deputado estadual Coronel Lee, líderes dos mais diferentes setores organizados, produtores rurais e empresários de Cascavel e de municípios da região acompanharam a celebração eucarística presidida pelo Monsenhor Reginei Módolo, o Padre Zico. Acompanhado do padre Gustavo Marmentini, Zico também falou da força do tema oficial do evento: “Fico especialmente feliz com a escolha desse nome, porque mostra a importância da terra, que é indispensável à vida de todos nós. A terra foi criada por Deus e nos foi dada para ser a nossa casa. Que este evento, tão belo e representativo, seja uma celebração ao agronegócio, à produção e tudo o que deles provêm”.

A missa foi antecedida do hasteamento da bandeira brasileira e da execução do hino nacional pela banda do 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado, de Foz do Iguaçu, unidade ligada à 15ª Brigada, de Cascavel. Um dos mais antigos eventos técnicos da agropecuária brasileira, o Show Rural Coopavel abriu oficialmente os portões às visitas na manhã desta segunda-feira (7/02), às 8h. Os acessos ao estacionamento e ao parque são gratuitos. Todas as normas de segurança recomendadas pelas autoridades de saúde são observadas, como uso de máscara em todo o parque e distribuição de álcool em gel em vários pontos estratégicos da área de 720 mil metros quadrados. (Imprensa Coopavel)

{vsig}2022/noticias/02/07/show_rural_coopavel_I/{/vsig}

 

 

SHOW RURAL COOPAVEL II: Referência, evento atrai olhares de cooperativas de Rondônia

show rural coopavel II 07 02 2022Abrindo o calendário anual de feiras agropecuárias do País, o Show Rural Coopavel, evento que é referência mundial em tecnologia para o setor, recebe visitantes de diferentes estados brasileiros e até mesmo de outros países. Exemplo disso é a delegação formada por representantes de cooperativas agrícolas de Rondônia, que prestigiou a abertura da 34ª edição do Show Rural, no domingo (6/02). Os integrantes acompanharão a programação previstas para os cinco dias de evento (7 a 11) com uma proposta de imersão em um cenário de difusão de conhecimentos e novas tecnologias. Para o presidente da Organização das Cooperativas Brasileiras do Estado de Rondônia, Salatiel Rodrigues, o evento é uma vitrine tecnológica que facilita o acesso dos produtores a equipamentos e a técnicas que auxiliam a produzir com maior eficiência. "Tudo que é produzido aqui, nós levamos para Rondônia, que é um estado em constante crescimento e de terras férteis. Observamos insumos, os conhecimentos técnicos e as novas tecnologias que podem facilitar a vida no campo e a produção do nosso produtor rural", destaca Salatiel. Ele lembra que o Show Rural Coopavel inspirou a criação do Rondônia Rural Show, feira que se tornou nacionalmente conhecida por reunir investidores e representantes estrangeiros interessados em negócios e importação de produtos rondonienses.

Em sua nona edição, o evento será de 23 a 28 de maio de 2022, no Centro Tecnológico Vandeci Rack, em Ji-Paraná (RO). "Muitos paranaenses escolheram o estado de Rondônia para desbravar e, em contrapartida, nós estamos sempre copiando os modelos do cooperativismo paranaense, que nos proporcionam tecnologias avançadas para diversas culturas", pontua Salatiel.

O evento - Realizado desde 1989 em Cascavel, no Oeste do Paraná, o Show Rural Coopavel é um dos maiores eventos de transmissão de novos conhecimentos para o campo da atualidade. Nesta 34ª edição, são mais de 400 expositores que apresentam as tendências exclusivas para o agronegócio. Os acessos ao parque e ao estacionamento são gratuitos. Normas sanitárias ão observadas em toda a área, inclusive com a distribuição de álcool em gel em vários pontos do parque. (Imprensa Coopavel)

SHOW RURAL COOPAVEL III: Embrapa lança amanhã duas cultivares de soja

show rural coopavel III 07 02 2022A Embrapa Soja, em parceria com a Fundação Meridional, lança amanhã, dia 08 de fevereiro, às 14h30, na Vitrine da Embrapa no Show Rural Coopavel, em Cascavel (PR), duas novas cultivares de soja, sendo uma cultivar convencional (BRS 546) e uma cultivar transgênica RR (BRS 559RR). Além dos lançamentos, a Embrapa Soja estará demonstrando 13 cultivares do seu portifólio para atender os diferentes sistemas produtivos, com destaque para cultivares com resistência a nematoides, aos percevejos (tecnologia Block) e à ferrugem da soja (Shield). Estarão sendo demonstradas na Vitrine de Tecnologias da Embrapa no Show Rural as seguintes cultivares: BRS 511, BRS 523, BRS 539, BRS 5601RR, BRS 5804RR, BRS 388RR, BRS 543RR, BRS 544RR, BRS 399RR e BRS 1054IPRO, BRS 1061 IPRO, BRS 1003IPRO e BRS 1057IPRO.

Lançamento BRS 546 - A BRS 546 é uma soja convencional altamente produtiva e que permite a semeadura antecipada, viabilizando sua inserção no sistema de sucessão e/ou rotação com outras culturas. Por ser convencional, há interesse interno e internacional, inclusive com pagamento de bônus aos produtores. “Seu outro diferencial é a alta produtividade, confirmada ao ser comparada com as cultivares mais produtivas do mercado”, explica o pesquisador Marcos Rafael Petek, da Embrapa Soja.

Com relação à sanidade, esta cultivar apresenta resistência às principais doenças da soja. Destaca-se pela resistência aos nematoides de galhas (Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica), que trazem prejuízos econômicos nas áreas atingidas pelo problema. “Portanto, esta cultivar deverá ser importante aliada para produtores da região de indicação”, explica o pesquisador Marcos Rafael Petek. A BRS 546 pertence ao grupo de maturidade 6.0 e pode ser semeada em Goiás (RECs 301, 303, 401), Mato Grosso do Sul (RECs 204 e 301), Minas Gerais (RECs 301 e 303), Paraná (RECs 102,103, 201, 202, 204), Rio Grande do Sul (RECs 102) e Santa Catarina (RECs 102, 103).
 

Lançamento BRS 559RR - A BRS 559RR é uma soja transgênica RR, com tolerância ao glifosato, portanto, pode ser usada como refúgio em áreas de soja Intacta. Associado a essa característica, apresenta excelente potencial produtivo e estabilidade de produção no Paraná (RECs 102, 103, 201). “Por ser precoce, do grupo de maturidade relativa 5.9, e poder ser semeada antecipadamente, possibilita a sua inserção no sistema de rotação e/ou sucessão com outras culturas”, diz Petek. De acordo com o pesquisador, a cultivar é indicada para semeadura preferencialmente entre 15 de setembro e 25 de novembro. “Esta ampla janela de semeadura traz maior flexibilidade ao planejamento dos produtores”, destaca Petek. Segundo ele, a cultivar pode ser semeada em solos de média e alta fertilidade, utilizando a população de 10 a 14 plantas estabelecidas por metro linear. “Esta densidade de plantas deve variar em função da época de semeadura, fertilidade do solo e da altitude do local”, diz o pesquisador.

Também destaca-se pela resistência às principais doenças da soja, como por exemplo, resistência à podridão radicular de phytophthora (Phytophthora sojae), doença bastante relevante no Paraná, e moderada resistência ao nematoide de galhas (Meloidogyne javanica).  “A resistência à podridão radicular de phytophthora  agrega maior estabilidade de produção de grãos no Paraná, porque essa doença solo vem causando prejuízos na região Sul do país, sendo a resistência genética o método mais eficiente para o controle dessa doença”, ressalta Petek.

Valorizando Inovação e Tecnologia - A parceria de 22 anos com Fundação Meridional já lançou mais de 70 cultivares de soja nas três principais plataformas genéticas (Convencional, RR e Intacta). Segundo o gerente executivo, Ralf Udo Dengler, a instituição conta atualmente com 35 empresas colaboradoras, que produzem as sementes e apoiam o desenvolvimento de novas variedades de soja, trigo e triticale da Embrapa. "Estes lançamentos representam uma ótima contribuição ao atual portfólio de cultivares BRS, com inovação e tecnologia para nossos agricultores. Em breve teremos muito mais novidades, com a perspectiva de grandes resultados de nossa parceria", destaca Dengler. (Imprensa Embrapa)

 

SHOW RURAL COOPAVEL IV: Palestras vão abordar diferentes temáticas no SRC

show rural coopavel IV 07 02 2022Durante o Show Rural Coopavel, a ser realizado de 7 a 11 de fevereiro, em Cascavel (PR), a Embrapa irá promover palestras diárias tanto na Vitrine de Tecnologias, quanto na estação do Sistema Antecipe, próxima ao mirante. Além disso, a Embrapa Suínos e Aves irá realizar o Fórum de Sanidade de Aves e Suínos: Biosseguridade como potencial de produção, no dia 8 de fevereiro, às 13h, na Casa Paraná Cooperativo. Confira a programação:

Temas -

9h Controlando as pragas da soja no momento certo

9h45 Controlando a ferrugem da soja 

10h30 Escolha de forrageiras

11h15 Palhada: Proteja a sua safra, seu solo e seu futuro

14h Aumente a produtividade da soja com a Coinoculação 

Local: Vitrine de Tecnologias da Embrapa

Data: de 7 a 11 de fevereiro - diariamente nos horários acima

Tema: Sistema Antecipe: Cultivo Intercalar Antecipado

Local: ÁREA SISTEMA ANTECIPE – próximo ao mirante

Data e horário:   7 a 11 de fevereiro - diariamente, às 10h30 e às 14h30

Tema: Fórum de Sanidade de Aves e Suínos: Biosseguridade como potencial de produção

Local: CASA PARANÁ COOPERATIVO

Data e horário: 8/fevereiro, às 13h
(Imprensa Embrapa)
Foto: Andrea Vilardo

EXPO COCARI: Evento foi sucesso de público e negociações superaram as expectativas

expo cocari 07 02 2022Esta semana, nos dias 02 e 03, a Cocari promoveu a Expo Cocari no Centro Tecnológico Cocari (CTC), em Mandaguari-PR, com apresentações em mais de 60 estandes. Para o superintendente de Suprimentos e Assistência Técnica da Cocari, Jacy Cesar Fermino da Rocha, o sucesso do evento pode ser comprovado pela expressiva participação dos cooperados e negociações realizadas na feira. “Tivemos a presença massiva de nossos associados visitando todos os estandes da Cocari e participando das demonstrações técnicas promovidas na exposição. Além disso, o Balcão de Negócios nos surpreendeu positivamente. Os cooperados fecharam seus negócios para a safra verão 22/23, além de aproveitarem este momento para fazer o repique na cultura da safrinha e do trigo 2022”, disse. 

Público - O responsável técnico pelo CTC, João Batista Gonçalves Dias da Silva, comentou os resultados alcançados nos dois dias de evento. Segundo Silva, a expectativa de público foi amplamente superada e foram tomados todos os cuidados básicos para garantir a segurança dos presentes. “Mesmo com o grande público, pudemos ver que as pessoas estavam muito cuidadosas, usando máscara todo o tempo. Além disso, cada visitante recebeu um frasco com álcool em gel e cumprimentava outras pessoas evitando abraços e apertos de mãos. Também foi possível observar que não houve local de aglomeração. A área de visitação do evento é muito grande, em torno de 70 mil m², o que permitiu que o público estivesse bem distribuído, circulando com distanciamento. Este foi um ponto muito positivo do evento”, ponderou.  

Parcelas demonstrativas - O uso da irrigação permitiu o sucesso das apresentações de parcelas conferidas pelos produtores rurais. “Tivemos parcelas de plantas com muita qualidade para mostrar as tecnologias de condução das lavouras. Mesmo havendo estiagem nesse período, acarretando prejuízo na agricultura, as tecnologias foram desenvolvidas e demonstradas com a ajuda da irrigação, que nos trouxe um resultado muito positivo”, destacou Silva.  

Atrações tecnológicas - De acordo com o responsável técnico pelo CTC, o desenvolvimento da agricultura e pecuária passa pelo conhecimento da tecnologia. “A pesquisa científica, que desenvolve tecnologia, apoia as nossas atividades. Assim, foi possível verificar neste evento todo o trabalho técnico desenvolvido pelo setor de pecuária, em que os médicos veterinários cuidam dos animais buscando o máximo rendimento no atendimento das necessidades relativas à sanidade animal. Na parte de agricultura, também pudemos apresentar, além dos produtos para manejo das plantas, o setor de inovação tecnológica, ferramentas com GPS e softwares que favorecem o rendimento da agricultura, controle de plantas daninhas de forma localizada, e drone com aplicações aéreas sem amassamento das plantas e com bom rendimento operacional das aplicações. De forma geral, a cooperativa apresentou as tecnologias que irão gerar o desenvolvimento das lavouras e o incremento da produção. Esse é o papel fundamental do Centro Tecnológico e da Expo Cocari”, resumiu.  

Parceiros da Cocari - João Batista Silva ressalta que as empresas parceiras montaram seus estandes com muita qualidade, chamando a atenção dos visitantes. “Além disso, o atendimento foi espetacular e as pessoas saíram satisfeitas de cada estande. Os cooperados puderam escolher as cultivares que têm maior possibilidade de trazer retorno financeiro para o próximo período de plantio. As tecnologias para a agricultura, no que se refere às sementes de milho, soja e forrageiras, foram amplamente divulgadas. Muitas cultivares de milho e soja foram apresentadas para que o agricultor pudesse verificar no local o rendimento dessas plantas. É uma forma da cooperativa apresentar os insumos para o desenvolvimento das lavouras que trarão resultados econômicos positivos”, disse.  

Os consultores da Cocari tiveram a oportunidade de trocar conhecimentos com os profissionais das empresas fornecedoras. “A participação do Departamento Técnico da Cocari, conversando com empresas parceiras, amplia e aprofunda o conhecimento para alcançar os melhores resultados”, pontuou Silva. (Imprensa Cocari)

SICOOB CREDICAPITAL: Cooperativa inaugura primeiro escritório especializado em agronegócio em Cascavel

sicoob credicapital 07 02 2022O Sicoob Credicapital inaugurou no dia 5 de fevereiro em Cascavel a primeira agência exclusiva para o público agro de toda região. O novo ponto de atendimento está localizado na Rua Antonina nº 840, esquina com a Avenida Barão do Rio Branco, no bairro São Cristóvão. A nova unidade tem 187m² e foi planejada com elementos que remetem ao campo, para criar um ambiente acolhedor e especialmente desenvolvido para os agricultores. A sala possui estações de atendimento e um espaço versátil, que cumpre o papel de sala de café e sediará palestras sobre inovação do projeto Agro Tech, que vai conectar empresas especialistas em tecnologia para potencializar os resultados do campo aos cooperados do Sicoob Credicapital.

“Com o desenvolvimento tecnológico e o avanço da inteligência artificial para o campo, o setor agro vai ganhar novas tecnologias que vão contribuir para o aumento da produtividade e maior controle dos processos. Por isso, nós da cooperativa, estamos nos aproximando de empresas desse segmento para que juntos possamos oferecer informação e o melhor atendimento para os nossos cooperados”, explica Guido Bresolin Junior, Presidente do Conselho de Administração do Sicoob Credicapital.

Ao projetar um espaço específico para os produtores rurais, o Sicoob Credicapital considerou a grande importância do segmento para o desenvolvimento e economia da região. Cascavel ocupa a 58ª posição no ranking dos municípios mais ricos do agronegócio do país. Para Salazar Barreiros Junior, cooperado do Sicoob, a agência agro representa o respeito da cooperativa com os agricultores e pecuaristas. “Parabenizo o Sicoob Credicapital pelo senso de inclusão, por perceber a importância que o agro tem para a nossa região. Tenho certeza que será um incremento da participação da cooperativa nesse segmento”, comenta.

Além do espaço físico, outro grande diferencial dessa unidade é o atendimento. A equipe é formada por especialistas em agronegócio, prontos para prestar consultoria aos cooperados. O gerente da agência, Mário Cesar Pereira, explica que com o novo ponto de atendimento os cooperados terão vários benefícios. “Além de uma equipe especializada e das palestras, faremos várias visitas presenciais às propriedades para estreitar nosso relacionamento e, outro ponto importante, é a agilidade nos processos e operações de crédito rural que os cooperados terão”, conta.

Sicoob Credicapital – A cooperativa cascavelense possui mais de 35 agências, localizadas em 19 municípios do Paraná, Rio Grande do Sul e em São Paulo. Em 2021, o Sicoob Credicapital retornou aos seus cooperados R$ 3,5 milhões por meio do pagamento dos juros ao capital social.  Além disso, mesmo em meio à pandemia, a cooperativa terminou 2021 com um crescimento de 34% em captação, 50% em oferta de crédito, 22% em número de cooperados e se aproximou da marca de R$ 1,3 bilhão em ativos. (Imprensa Sicoob Credicapital)

Sicredi Progresso PR/SP: Cooperativa realiza Fórum de Educação do Programa União Faz A Vida

sicredi progresso 07 02 2022A Sicredi Progresso PR/SP promoveu na sexta-feira (04/02), o Fórum de Educação do Programa União Faz A Vida (PUFV). De forma on-line, reuniu cerca de 350 professores envolvidos no programa de educação cooperativa. O objetivo do evento foi conversar sobre diversos temas com os educadores nesse momento de início do ano letivo. A abertura das atividades foi conduzida pela Assessora do Desenvolvimento do Cooperativismo, Miram Sell, pelo presidente da Cooperativa, Cirio Kunzler e pelo Diretor Executivo, Inácio Cattani. A programação também contou as boas-vindas dos colaboradores da área de Desenvolvimento do Cooperativismo da Central Sicredi PR/SP/RJ, Andre Assis e Alyne Lemes. O Presidente da Central, Manfred Dasenbrock, também teve sua mensagem, desejando um ótimo início de ano letivo a todos.

A primeira palestra do Fórum foi realizada por Ana Rosimeri, a profissional possui várias formações e capacitações em educação especial com ênfase em deficiência intelectual, deficiência múltipla, transtorno do espectro autista e tecnologia assistiva. Em sua abordagem, trouxe exemplos práticos de como incluir os alunos com necessidades especiais no dia a dia escolar. Quem também conversou com os educadores, foi a Gerente da Fundação Sicredi, Cristiane Nogueira do Amaral. Ela apresentou os resultados do estudo de avaliação do Retorno Social do Programa (SROI), que mensurou o impacto que PUFV gera na sociedade. Um dado enfatizado por Cristiane, foi que a cada R$ 1,00 investido no Programa, R$ 4,00 são gerados na forma de impactos para a sociedade.

Finalizando o Fórum, a Doutora em Educação, Emilia Cipriano Sanches, abordou os desafios que os professores vivem diante da pandemia. Ressignificar, reconstruir, reencantar e revitalizar e revigorar foram as palavras-chaves trazidas pela Doutora durante a conversa. “Cada um de vocês é protagonista da mudança e a pandemia nos trouxe muitas janelas de possibilidades. Não deixamos de estar conectados com nossos alunos e precisamos ressignificar essa relação. Nós fazemos a diferença na vida de nossos alunos, de suas famílias e das comunidades”. Uma das propostas de trabalho do PUFV em 2022 é trabalhar o assunto da educação inclusiva, conforme explica Miriam Sell. “Essa conversa com os educadores fez toda a diferença porque estamos iniciando o ano letivo e queremos construir esse aprendizado em conjunto com eles e profissionais especialistas na área”, finaliza.

PUFV na Sicredi Progresso - Em 2022 o PUFV completa 15 anos de atuação na Sicredi Progresso. Atualmente suas atividades estão inseridas em escolas de cinco municípios: Nova Santa Rosa, São Pedro do Iguaçu, Ouro Verde do Oeste e Tupãssi e Toledo. Mais de 3,3 mil crianças e adolescentes e 337 professores foram impactos pelos projetos em 2021.

Sobre a Sicredi Progresso PR/SP - Com 40 anos de atuação a Sicredi Progresso PR/SP está presente na vida de mais de 53 mil associados. Nossa história, construída na essência da cooperação, nos permite ter atualmente 20 agências distribuídas na área de ação nos estados do Paraná e São Paulo. Destas, 13 estão no Paraná e outras 7 em São Paulo. Nosso capital humano conta com mais de 350 colaboradores focados nos valores do cooperativismo e na oferta de produtos e serviços financeiros adequados aos associados, de um jeito simples e próximo. A Sicredi Progresso integra o Sistema Sicredi que hoje está em 25 estados e no Distrito Federal. (Imprensa Sicredi Progresso PR/SP)

SICREDI UNIÃO PR/SP: Assembleias iniciam nesta semana, em formato semipresencial

sicredi uniao 07 02 2022Inicialmente previstas para serem presenciais, as assembleias de prestação de contas da Sicredi União PR/SP, chamadas de assembleias de núcleo, serão realizadas de forma semipresencial, com acompanhamento online e nas agências. A decisão foi tomada considerando o aumento de casos de covid nas últimas semanas em todo o país para preservar a saúde dos associados. Serão 19 reuniões regionalizadas, das quais 15 acontecerão de forma remota, via Microsoft Teams. Outras quatro, que terão eleição de coordenadores de núcleo, estão sem data definida e aguardando se serão presenciais ou online. As assembleias acontecerão a partir desta segunda-feira (7/02), sempre às 17h, envolvendo todos os municípios em que a cooperativa tem agências no norte e noroeste do Paraná, centro e centro leste paulista. Os eventos serão conduzidos pelo presidente, Wellington Ferreira, pelo diretor executivo, Rogério Machado, e pelos superintendentes David Conchon, Edson Rocha e João Victor Martins da Silva.

A participação na prestação de contas se dará por núcleos. Para os associados do núcleo I as assembleias serão no dia 7; para os do núcleo II, no dia 8; as assembleias do núcleo III ocorrerão no dia 9 e a do núcleo IV no dia 10. A programação está disponível em https://sicrediuniao.coop.br/assembleias

E os associados têm muito a comemorar. Pela primeira vez a cooperativa superou a marca de R$ 100 milhões em resultado operacional: os recursos serão utilizados para expansão, reserva legal e Fundo de Assistência Técnica, Educacional e Social (Fates), além da distribuição do resultado aos associados. 

Só o pagamento de juros ao capital social, que todos têm direito, soma R$ 11,8 milhões. Outros R$ 9,8 milhões serão divididos proporcionalmente à movimentação financeira (aplicações, depósitos à vista e operações de crédito). Isso significa que a cooperativa dividirá mais de R$ 21,6 milhões entre os associados, que são donos do negócio e participam das decisões, inclusive por meio dessas assembleias.

Presente em 109 municípios (75 no Paraná e 34 em São Paulo) e somando 111 agências, a Sicredi União PR/SP encerrou o ano passado com 1,5 mil colaboradores e mais de 415 mil associados, poupadores e cotitulares (relacionamentos totais). As operações de crédito superaram R$ 4,44 bilhões, alta de 41% em relação ao ano anterior, e o patrimônio líquido chegou a R$ 678 milhões.

Além da prestação de contas de 2021, as assembleias vão tratar da destinação do Fates, ratificação de bens e imóveis não circulantes, além de outros assuntos de caráter não deliberativo. O processo de prestação de contas será finalizado em abril, quando será realizada a Assembleia Geral Ordinária com a participação e ratificação das decisões pelos 161 coordenadores de núcleo, que são eleitos pelos associados e os representam. (Imprensa Sicredi União PR/SP)

COMÉRCIO EXTERIOR: Chanceler manifesta apoio da Espanha ao acordo entre Mercosul e UE

comercio exterior 07 02 2022O ministro de Assuntos Exteriores e Cooperação da Espanha, José Manuel Albares, reiterou o apoio do governo do premiê espanhol Pedro Sánchez à ratificação do acordo de livre comércio entre a União Europeia e o Mercosul. Em maio de 2021, a antecessora de Albares no cargo, Arancha Gonzáles Laya, também tinha dito que a ratificação do acordo era uma prioridade para o governo espanhol. Ao receber o chanceler brasileiro, Carlos França, em Madri, Albares destacou a importância do multilateralismo e de reforçar os laços entre os países que integram os dois blocos. Em um comunicado oficial divulgado logo após o encontro, na quinta-feira (3/02), o ministério espanhol afirma que a conclusão do acordo “aproximará duas regiões que já compartilham valores e interesses [comuns], fomentando o crescimento econômico e social dos dois lados do Atlântico”.

Após quase vinte anos de negociações, os principais aspectos comerciais e políticos do acordo foram pactuados, respectivamente, em junho de 2019 e em junho de 2020. Atualmente, o texto final está sendo revisado para que sejam dirimidas pendências técnicas e jurídicas a fim de que o texto possa, então, ser traduzido para os 23 idiomas falados no âmbito da União Europeia (formada por 27 países) e do Mercosul (composto por Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai).

O texto definitivo ainda terá que ser aprovado, por unanimidade, no Conselho da União Europeia, bem como pelo Parlamento Europeu. Além disso, terá que ser aprovado pelos parlamentos de cada um dos países-membros dos dois blocos, cujos governos deverão assinar o acordo. A expectativa é de que, uma vez em vigor, o tratado permita a redução gradual das tarifas alfandegárias, estimulando os negócios.

Segundo o Itamaraty, não é possível estimar os prazos para que cada nação conclua os processos nacionais de ratificação. Ainda assim, o ministro Carlos França tem dito que confia que a revisão técnica e a tradução serão concluídas “nos próximos meses”, permitindo que o acordo seja assinado em breve.

Investimentos - Durante a reunião, França e Albares anunciaram a criação de uma comissão bilateral (CBBE) que, segundo o ministério espanhol, legará aos múltiplos diálogos setoriais em curso uma “uma estrutura permanente” para negociações. Os chanceleres também assinalaram que o enfrentamento às mudanças climáticas é uma prioridade para seus países.

A Espanha é o segundo maior emissor de investimentos diretos no Brasil, tendo aplicado cerca de US$ 79,1 bilhões nos setores financeiro, de informação e comunicações, indústrias extrativas, eletricidade e gás. É também o oitavo maior destinatário das exportações brasileiras, tendo adquirido US$ 4,05 bilhões em produtos brasileiros em 2020.

A reunião com Albares ocorreu durante a visita oficial do chancelar brasileiro à Espanha, iniciada na última quarta-feira (2/02) e encerrada sexta-feira (4/02). Ao longo dos últimos três dias, o chanceler brasileiro se reuniu com autoridades e empresários, aos quais apresentou as oportunidades de investimentos existentes no Brasil, com destaque para os empreendimentos incluídos no Programa de Parcerias de Investimento (PPI).

França também ratificou a adesão do Brasil a duas ações multilaterais. A Iniciativa Ibero-Americana para Prevenir e Eliminar a Violência contra Mulheres foi aprovada na 27º Cúpula realizada pela Secretaria-Geral Ibero-Americana, no ano passado, em Andorra, e cria um foro intergovernamental cuja missão será contribuir para a eliminação da violência contra as mulheres. A segunda ação a que o Brasil aderiu é a Convenção-Quadro para a Promoção da Circulação do Talento no Espaço Ibero-Americano. De acordo com o Itamaraty, a convenção tende a facilitar a mobilidade de empresários e de outros profissionais e pesquisadores entre os países signatários, favorecendo o intercâmbio de conhecimento e a inovação. (Agência Brasil de Notícias)

Foto: Arnaldo Alves/AEN PR

SAÚDE I: Brasil registra mais de 26,53 milhões de casos confirmados

 

saude I 07 02 2022O Brasil registrou, desde o início da pandemia, 26.533.010 casos confirmados de covid-19, segundo o boletim epidemiológico divulgado no domingo (6/02) pelo Ministério da Saúde. O número total de mortes pela doença é de 632.193. Em 24 horas, foram registrados 59.737 casos e 391 óbitos. Segundo o boletim, 22.717.907 pessoas se recuperaram da doença e 3.182.910 estão em acompanhamento. Nesta edição do boletim, não foram atualizados os dados de Mato Grosso, do Distrito Federal e do Tocantins, além do número de casos de Goiás, cujas secretarias de Saúde não enviaram as informações ao ministério.

Estados - As unidades com maior número de casos são São Paulo (4,74 milhões), Minas Gerais (2,87 milhões) e Paraná (2,07 milhões). O menor número de casos são registrados no Acre (105.938), Amapá (156.500) e Roraima (145.856). Em relação às mortes, São Paulo tem o maior número de óbitos (159.589), seguido de Rio de Janeiro (70.232) e Paraná (41.431). O menor número de mortes está no Acre (1.897), Amapá (2.057) e Roraima (2.105). (Agência Brasil de Notícias)

SAÚDE II: Paraná confirma mais 7.724 casos e oito mortes pela Covid-19

saude II 07 02 2022A Secretaria de Estado da Saúde divulgou no domingo (6/02) mais 7.724 casos confirmados e oito mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os números não necessariamente representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da Covid-19 mostram que o Paraná soma 2.077.958 casos confirmados e 41.206 mortos pela doença. Os casos confirmados divulgados nesta data são de fevereiro (6.639) e janeiro (1.078) de 2022; e novembro (1), outubro (2), julho (2), março (1) e janeiro (1) de 2021.

Os óbitos são de fevereiro (7) e janeiro (1) de 2022.

Internados – 199 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados em leitos SUS (81 em UTIs e 118 em leitos clínicos/enfermaria) e nenhum em leitos da rede particular (UTI ou leitos clínicos/enfermaria).

Há outros 1.366 pacientes internados, 483 em leitos de UTI e 883 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

Óbitos – A Sesa informa a morte de mais oito pacientes. São três mulheres e cinco homens, com idades que variam entre 27 e 93 anos. Os óbitos ocorreram entre 30 de janeiro e 5 de fevereiro de 2022 nos municípios de Wenceslau Braz, Palmeira, Jacarezinho, Itambé, Guarapuava, Foz do Iguaçu, Cascavel e Barracão.

Fora do Paraná – O monitoramento da Sesa totaliza 9.830 casos de residentes de fora do Estado desde o início da pandemia, com 225 pessoas mortes. (AEN PR)


Versão para impressão


RODAPE