Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias INFRAESTRUTURA: Terminal de contêineres do Porto de Paranaguá ultrapassa marca de 1 milhão de unidades movimentadas

 

 

cabecalho informe

INFRAESTRUTURA: Terminal de contêineres do Porto de Paranaguá ultrapassa marca de 1 milhão de unidades movimentadas

infraestrutura 01 12 2021O Terminal de Contêineres do Porto de Paranaguá chegou à marca histórica de um milhão de TEUs (unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés) movimentados antes mesmo de fechado o ano. A conquista foi registrada nessa terça-feira (30/11). A expectativa da TCP, empresa que administra o terminal, é fechar o ano com crescimento de 11,7% em relação ao ano passado (1,09 milhão de TEUs).

2020 - Em 2020, o terminal movimentou, em doze meses, 983.383 TEUs. Essa nova conquista supera a marca do ano passado, que já havia sido histórica. “Essa marca nos coloca em um patamar mundial diferente. O Porto de Paranaguá passa a ser mais um dos poucos portos a atingirem essa movimentação”, afirma o diretor-presidente da Portos do Paraná, Luiz Fernando Garcia.

Atenção internacional - A conquista, segundo o executivo da empresa pública que administra os portos de Paranaguá e Antonina, gera uma atenção internacional de investidores e de clientes enxergando Paranaguá como opção. “Traz, além de credibilidade, mais oportunidade de investimentos e mais negócios, o que impulsiona a geração de emprego e renda para a região”, destaca.

Incentivo - Para André Pioli, diretor de Desenvolvimento Empresarial da Portos do Paraná, a marca conquistada pela TCP é um incentivo ao desenvolvimento das empresas locais. "É isso que está acontecendo no Porto de Paranaguá. O incentivo faz com que os terminais movimentem mais, gerem mais empregos, o que resulta em melhorias da qualidade de vida de toda a população. Isso é muito expressivo”, diz.

Movimentações - Esta é a primeira vez que a marca é alcançada. Como explica o TCP, a quantidade é a soma de toda movimentação realizada entre os meses de janeiro a novembro. O principal destaque seria no segmento de exportação de cargas refrigeradas, já que o terminal é considerado a maior porta de saída de carnes congeladas do Brasil.

Total - Segundo os dados da TCP, do total de cargas movimentadas nos 11 primeiros meses do ano, 57,52% corresponderam à exportação, com destaque para as carnes e demais congelados, e 42,48% à importação, protagonizados por bens de consumo e eletroeletrônicos. No período, a ferrovia movimentou 115.310 TEUS.

Aumento da capacidade de movimentação - "Apesar da crise global dos contêineres que atingiu todos os principais portos do mundo, a TCP está aumentando a capacidade de movimentação, investindo em pessoas e equipamentos. Também viabilizamos mais rotas marítimas em Paranaguá, oferecendo opções competitivas para importadores e exportadores", explica Thomas Lima, diretor Comercial e Institucional do Terminal.

Resultado - Como enfatiza o diretor, a marca é resultado do trabalho e do esforço do terminal e também reflexo do bom relacionamento com as autoridades Marítima e Portuária. “É uma conquista dedicada à comunidade de Paranaguá que acredita e apoia o nosso trabalho", diz Lima. (Agência de Notícias do Paraná)

FOTO: Claudio Neves / Portos do Paraná

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias