Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias UNITI: Com apenas um ano de existência, cooperativa já tem avanços e vitórias para comemorar

 

 

cabecalho informe

UNITI: Com apenas um ano de existência, cooperativa já tem avanços e vitórias para comemorar

uniti 09 12 2022A UniTI (Cooperativa Central de Tecnologia da Informação) completou, nessa quinta-feira (08/12), um ano de constituição. Segundo o diretor executivo Alfredo Benedito Kugeratski Souza, a data marca a concretização de um sonho coletivo de criar a primeira cooperativa central de tecnologia da informação no Brasil. “É um sonho que virou realidade. Procuramos realizar nosso propósito de contribuir para a evolução dos negócios e das pessoas nas 21 cooperativas sócias”, frisa. “A data merece ser comemorada com orgulho. Trabalhamos com a certeza de buscar um cooperativismo mais tecnológico, sustentável e próspero. Juntos, estamos construindo um futuro capaz de atender nosso principal interessado, o cooperado”, acrescenta o presidente da UniTI, Alair Aparecido Zado.

Números - Em conjunto, as cooperativas que integram a UniTI abrangem 155 mil cooperados 90 mil funcionários diretos e R$ 120 bilhões de receita total.

História - O superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche lembra que o projeto da UniTI surgiu em uma reunião de Núcleo Cooperativo, realizada pelo Sistema Ocepar em Campo Mourão, em uma intervenção de diretor administrativo e financeiro da Coamo, Antonio Sérgio Gabriel, tratando da necessidade de compartilhamento da estrutura de TI entre cooperativas, sendo incorporado, em 2015, ao PRC100, o planejamento estratégico do cooperativismo paranaense da época. “Essa iniciativa evoluiu ao ponto de dar origem à cooperativa central, constituindo-se em um março histórico do cooperativismo paranaense. Para isso, contou com a participação de técnicos da área de TI tanto das cooperativas como do Sistema Ocepar”, ressalta.  

Estudos - O presidente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, destaca ainda que, com a assessoria da consultoria Falconi, a proposta demandou dois anos de estudos e elaboração até chegar à sua constituição, embasada nos critérios que norteiam a criação de organização dessa natureza. “Realmente o dia 8 de dezembro ficou marcado na história do cooperativismo pela criação da UniTI, cuja finalidade é compartilhar ações na área de TI. Foi um fato muito expressivo no cooperativismo do Paraná.” 

Intercooperação - A UniTI é resultado de um projeto de intercooperação e é composta pelas cooperativas: Agrária, Bom Jesus, C.Vale, Camisc, Capal, Castrolanda, Coagru, Coamo, Cocamar, Cocari, Cooperante, Coopertradição, Copacol, Copagril, Coprossel, Frimesa, Frísia, Integrada, Lar, Primato e Unicampo. O Conselho de Administração é constituído por: Alair Aparecido Zago, presidente (Cocamar); Airton Galinari, vice-presidente (Coamo); James Fernando de Morais, diretor-secretário (Copacol); Nevair de Mattos (Frísia); Haroldo Jose Polizel (Integrada); João Carlos Obici (Cocari); Irineo da Costa Rodrigues (Lar); Gilson Hollerweger Fernandes (Cooperante) e Edio José Schreiner (C.Vale). O Conselho Fiscal tem como titulares Marcelo Luís Kosinski (Bom Jesus), Claudemir Pereira de Carvalho (Coagru) e Edmund Gumpl (Agrária), e os suplentes Anderson Léo Sabadin (Primato), Paulo Pinto de Oliveira Filho (Coprossel) e Luciano Ferreira (Unicampo).

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias