Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias COAMO: Pesquisadores chineses conhecem Fazenda Experimental e administração central, em Campo Mourão

 

 

cabecalho informe

COAMO: Pesquisadores chineses conhecem Fazenda Experimental e administração central, em Campo Mourão

A comitiva chinesa que esteve dia 20 na Embrapa Soja em Londrina, conheceu nessa terça-feira (21/03), a estrutura e o funcionamento da Fazenda Experimental e administração central da Coamo Agroindustrial Cooperativa, em Campo Mourão (PR). O grupo de visitantes foi formado por sete pesquisadores de quatro instituições científicas e universidades chinesas, especialistas em genética de soja (Institute of Genetics and Developmental Biology, CAS; Institute of Genetics and Developmental Biology, CAS; University of Chinese Academy of Sciences). A Embrapa Soja acompanhou a visita por meio dos seus profissionais Alexandre Nepomuceno, chefe-geral da Embrapa Soja, Adeney Bueno, chefe de Pesquisa e Desenvolvimento, e Carina Gomes Rufino, chefe de Transferência de Tecnologias. Eles foram recebidos pelo presidente do Conselho de Administração, José Aroldo Gallassini, presidente Executivo Airton Galinari e o coordenador da Fazenda Experimental da Coamo, João Carlos Bonani. Após a visita na Coamo ele irão conhecer as regiões de Sinop e Lucas do Rio Verde, no Mato Grosso.

Parceria - “A Coamo é parceira da Embrapa Soja há muitas décadas e foi uma oportunidade para mostrar aos chineses o que fazemos no cuidado com o solo, a preservação ambiental e o uso de tecnologias modernas para uma produção sustentável, que começa nos campos dos cooperados e resulta em produtos com origem e qualidade. E apresentar como funciona o cooperativismo desenvolvido pela Coamo em prol da melhoria da qualidade de vida e rena de milhares de produtores e familiares no Paraná, Santa Catarina e Mato Grosso do Sul”, explica Gallassini.

Intercâmbio - A Embrapa Soja promoveu esta semana em conjunto com a Academia Chinesa de Ciência/China Academy of Science - CAS), o Workshop de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I) em Sistemas Sustentáveis de Produção de Soja. O memorando de entendimento entre a Embrapa e a instituição chinesa, assinado em 2020, entrará agora na fase de discussão de projetos de interesse comum para cooperação técnica em PD&I. Inicialmente as atividades deverão ser focadas em ações na área de biotecnologia para a cultura da soja em regiões tropicais.

Expansão - O chefe-geral da Embrapa Soja, Alexandre Nepomuceno reforça, no entanto, que os projetos poderão ser expandidos para outras áreas do conhecimento com o avanço e desenvolvimento da parceria. “Essa parceria irá possibilitar a troca de conhecimentos e até mesmo o intercâmbio de cientistas visitantes entre os países para desenvolvimento de projetos em conjunto para a cultura da soja”, diz. “Neste primeiro encontro, os cientistas chineses vieram conhecer o que estamos pesquisando e apresentaram as ações de pesquisa que eles desenvolvem para avaliarmos os interesses em comum e assim o potencial de complementariedade e, portanto, do desenvolvimento das pesquisas em conjunto”, ressalta Nepomuceno. Ele destaca ser importante esta visita dos chineses para conhecer a agricultura brasileira. “Foi muito bom mostrar para os cientistas chineses o trabalho e tecnologia que a Coamo oferece aos seus cooperados, pois eles não conheciam o nosso cooperativismo brasileiro”, afirma o presidente da Embrapa Soja.

Laboratório - Atualmente a China está construindo um laboratório com foco em genética de soja, o que revela o amplo domínio que tem nessa área. “Eles estão desenvolvendo tecnologias de ponta, a exemplo das técnicas de edição gênica e do sequenciamento de genoma da soja. A parceria será muito importante para o avanço da pesquisa brasileira e assim da concretização de ações de pesquisa em nosso país”, explica Nepomuceno. (Imprensa Coamo)

icone prcoop icone instagram icone facebook icone X icone linkedin icone youtube icone flickr icone endereco