Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias FRÍSIA: Cooperativa cria Comitê de Mulheres Cooperativistas

 

 

cabecalho informe

FRÍSIA: Cooperativa cria Comitê de Mulheres Cooperativistas

frisia 23 03 2023A representatividade e a diversidade se consolidaram com a criação do Comitê de Mulheres Cooperativistas da Cooperativa Frísia. O grupo, que já tem aprovado o regimento interno, reúne cooperadas, esposas e filhas de associados para praticar uma agenda atuante na Frísia, com levantamento de demandas, realização de ações e projetos, aplicação de planejamento e capacitação.

Inspiração e referência - Com a missão de integrar a mulher no contexto do sistema cooperativista para fortalecer o agronegócio com sustentabilidade, o Comitê visa ser inspiração e referência para aumentar o engajamento feminino na propriedade e na cooperativa. “O Comitê dá uma visibilidade maior no trabalho que fazemos e também é um incentivo para que outras mulheres participem mais ativamente de eventos, de cursos, da sucessão e na administração da propriedade”, afirma a coordenadora Ana Paula van der Vinne.

Atuação - Como exemplo de aplicação do trabalho, antes da oficialização do Comitê, uma comissão de mulheres já atuava com diversas ações de desenvolvimento feminino, com a criação de um grupo de estudo da pecuária leiteira, que se reúne bimestralmente e realiza palestra técnica, além de cursos, e visitas técnicas em propriedades para desenvolver ideias de melhorias na infraestrutura e processos nas atividades rurais.

Entrepostos - A vice-coordenadora Stefanie Nolte Dykstra destaca que a intenção do grupo é promover a criação de núcleos femininos em entrepostos da Frísia, no Paraná e no Tocantins, para aumentar o engajamento de mais mulheres e reunir demandas. “Assim, teremos acesso direto em diversas regiões, percebendo seus diferentes anseios e atuando em suas necessidades”.

Regimento - O regimento foi apresentado no Encontro de Mulheres Cooperativistas Frísia, que aconteceu em 11 de março, e contou com palestrantes renomados e um workshop que reuniu importantes percepções e estratégias para as ações do comitê durante o ano. O levantamento ainda está sendo analisado, mas já é possível verificar que, entre as principais ideias, está a capacitação para gestão de pessoas e financeira, áreas em que normalmente as mulheres atuam na propriedade. O evento também contou com a premiação ‘Mulheres que inspiram’, uma ação de reconhecimento do trabalhado das mulheres no campo com sustentabilidade, e uma motivação para às nova gerações.

Capacitação - Um dos primeiros movimentos do Comitê recém-formado é a iniciação de mais um curso de Liderança Feminina, que é um requisito para as interessadas assumirem o Comitê. O último curso aconteceu em 2021 pelo sistema de intercooperação.

Interesse - Coordenador de Cooperativismo da Frísia, Luciano Tonon destaca o grande interesse das mulheres em se capacitar para a gestão da propriedade, com cursos voltados à recursos humanos, boas práticas de produção, programa de segurança, compras, orçamento, entre outros.

Trabalho na propriedade - “Muitas delas não têm a matrícula de cooperado, mas trabalham na propriedade de forma muito atuante. Elas acompanham todos os eventos técnicos da cooperativa; pelo menos um terço das integrantes participa de assembleias, reuniões de classe, viagens técnicas”, afirma. Na pecuária de suínos, por exemplo, das 50 propriedades, 17 têm a mulher atuando diretamente. Na pecuária de leite, são 146 propriedades que têm atuação feminina, de mais de 260.

Comitês de classe - “Hoje, a Frísia tem comitês de classe, sendo que no suinícola e de leite, têm mulheres que foram votadas para estar lá não por cota, mas por representatividade”, afirma Tonon.

Apoio - O Comitê de Mulheres Cooperativistas tem o apoio do Conselho de Administração e do Comitê de Gestão da Frísia. Atualmente é composto por seis mulheres, mas a intenção é que, a partir de 2024, seja formado por cinco membros, com eleições previstas para acontecer anualmente, sempre com a troca de dois membros a cada votação. Além da coordenadora e vice, o grupo é formado por uma tesoureira e duas vogais.

Sobre a Frísia Cooperativa Agroindustrial - Em 2025, a Frísia completa um século de história. A cooperativa é a mais antiga do Paraná e segunda do Brasil, e tem como valores Fidelidade, Responsabilidade, Intercooperação, Sustentabilidade, Integridade e Atitude (FRISIA). Com unidades no Paraná e no Tocantins, em 2022 produziu 313 milhões de litros de leite, 1,1 milhão de toneladas de grãos, 75,7 mil toneladas de madeira e mais de 30 mil toneladas de carne suína, resultado do trabalho de 1.046 cooperados e 1.190 colaboradores. Para promover o crescimento nos próximos anos, a Frísia desenvolveu o planejamento estratégico “Rumo aos 100 Anos”, um conjunto de propostas que visa aumentar a produção agropecuária e os investimentos com outras cooperativas e em unidades próprias. O planejamento da Frísia foi desenhado sob seis perspectivas principais: Sustentabilidade, Gestão, Mercado, Pessoas, Financeiro e Cooperados. Assim, seguirá a missão da cooperativa, que é disponibilizar produtos e serviços para gerar resultado sustentável a cooperados, colaboradores e parceiros. Saiba mais em frisia.coop.br. (Assessoria de Imprensa da Frísia Cooperativa Agroindustrial)

 

icone prcoop icone instagram icone facebook icone X icone linkedin icone youtube icone flickr icone endereco