Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias SAÚDE: Lacen Paraná fará diagnóstico do novo coronavírus

 

 

cabecalho informe

SAÚDE: Lacen Paraná fará diagnóstico do novo coronavírus

 

saude 09 03 2020O Laborat√≥rio Central do Estado (Lacen Paran√°), recebeu quinta-feira (05/03) 10 kits para o diagn√≥stico do novo coronav√≠rus, quantidade suficiente para a realiza√ß√£o de 240 testes. Esses kits foram encomendados pelo Minist√©rio da Sa√ļde, para a FioCruz (Funda√ß√£o Oswaldo Cruz) e o Instituto de Biologia Molecular do Paran√° (IBMP).

 

Mais agilidade - A diretora t√©cnica do Lacen Paran√°, Irina Riediger, explica que, com isso, o diagn√≥stico poder√° ser realizado nos laborat√≥rios centrais de cada estado, sem a necessidade de enviar as amostras para avalia√ß√£o em outros laborat√≥rios.

 

Resposta r√°pida - A confirma√ß√£o ou exclus√£o dos casos suspeitos, al√©m de ser mais √°gil, trar√° uma resposta mais r√°pida para a Sa√ļde P√ļblica e as autoridades de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gica. ‚ÄúUma vez que recebemos as amostras, liberamos os resultados da pesquisa de v√≠rus respirat√≥rios em at√© 48 horas.

 

Envio - Atualmente, as amostras de casos suspeitos precisam ser encaminhadas para a FioCruz, no Rio de Janeiro, o que entre tr√Ęmites burocr√°ticos e deslocamento, envolve cerca de 24 horas, e s√≥ depois que as amostras s√£o recebidas no Laborat√≥rio de Refer√™ncia, s√£o mais 72 horas de prazo para obter o resultado final‚ÄĚ, explica Irina Riediger.

 

Treinamento - O pr√≥ximo passo para que a realiza√ß√£o do teste para o novo coronav√≠rus seja realizado pelo Lacen Paran√° √© o treinamento da equipe, que deve ser definido pelo Minist√©rio da Sa√ļde j√° na pr√≥xima semana. ‚ÄúPrecisamos discutir com os especialistas do Rio de Janeiro todas as quest√Ķes de interpreta√ß√£o e o uso desses reagentes para que possamos liberar os resultados com a melhor qualidade e seguran√ßa poss√≠vel para a popula√ß√£o. Acredito que at√© o final do m√™s esses exames j√° sejam realizados pelo Paran√°‚ÄĚ, informa a diretora do Lacen Paran√°.

 

Diagn√≥stico - Atualmente, o Lacen Paran√° analisa as amostras de casos suspeitos coletadas em todo Estado e realiza a pesquisa de 20 v√≠rus causadores de infec√ß√Ķes respirat√≥rias. Os casos suspeitos que tenham resultados negativos nessa pesquisa inicial s√£o enviados para avalia√ß√£o no Laborat√≥rio de Refer√™ncia, na Fiocruz, no Rio de Janeiro para an√°lise espec√≠fica sobre do novo coronav√≠rus.

 

Mesmo fluxo - Segundo a diretora Irina Riediger, o processo de diagn√≥stico seguir√° o mesmo fluxo j√° realizado pelo Lacen Paran√°, com altera√ß√£o somente do local em que os testes s√£o feitos. Ela enfatiza que nem todas as amostras passar√£o pela pesquisa do novo coronav√≠rus.

 

Casos suspeitos - O teste para o diagn√≥stico n√£o ser√° feito para todas as amostras recebidas aqui no laborat√≥rio, e sim para aqueles casos suspeitos que s√£o determinados pelas autoridades de Vigil√Ęncia Epidemiol√≥gicas da Secretaria Estadual de Sa√ļde. (Ag√™ncia de Not√≠cias do Paran√°)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias

/* #### ANTIGA TAG DO GOOGLE ANALYTICS */