Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias SAÚDE IV: Paraná fecha período epidemiológico com 27.889 casos de dengue e 32 óbitos

 

 

cabecalho informe

SAÚDE IV: Paraná fecha período epidemiológico com 27.889 casos de dengue e 32 óbitos

saude IV 04 08 201A Secretaria de Estado da Sa√ļde publicou nesta ter√ßa-feira (03/08) o informe da dengue n√ļmero 43, que encerra o per√≠odo epidemiol√≥gico 2020/2021, totalizando 27.889 casos confirmados e 32 √≥bitos no Paran√°. Os dados foram contabilizados desde o dia 1¬ļ de agosto do ano passado.

Munic√≠pios - No Paran√°, 288 munic√≠pios registraram casos de dengue nas 22 Regionais de Sa√ļde. O informe apresenta 93.329 notifica√ß√Ķes para a doen√ßa, tamb√©m em munic√≠pios das 22 Regionais, e aponta 2.359 ainda em investiga√ß√£o quanto √† classifica√ß√£o final.

√ďbitos - Os 32 √≥bitos aconteceram nos munic√≠pios de Morretes (1), Paranagu√° (4), Foz do Igua√ßu (3), Matel√Ęndia (1), Medianeira (1), Roncador (1), Campo Mour√£o (1), Para√≠so do Norte (1), Santo Ant√īnio do Caiu√° (1), Marialva (1), Maring√° (2), Apucarana (1), Alvorada do Sul (1), Assa√≠ (1), Camb√© (2), Ibipor√£ (1) e Londrina (9).

Redu√ß√£o - O n√ļmero de casos teve uma redu√ß√£o de 87,7% em rela√ß√£o ao per√≠odo anterior. Em 2019/2020 foram 227.724 confirma√ß√Ķes. Houve tamb√©m queda de 81,9% no total de √≥bitos ‚Äď no per√≠odo epidemiol√≥gico anterior foram 177.

Preocupa√ß√£o - ‚ÄúA dengue segue como uma das principais preocupa√ß√Ķes do Governo do Estado. A redu√ß√£o neste momento n√£o √© motivo para baixarmos a guarda em rela√ß√£o ao combate contra o mosquito Aedes aegypti, transmissor da doen√ßa‚ÄĚ, disse o secret√°rio de Estado da Sa√ļde, Beto Preto.

Pandemia - ‚ÄúSegundo avalia√ß√£o dos t√©cnicos da Vigil√Ęncia em Sa√ļde do Minist√©rio da Sa√ļde e da Sesa, a diminui√ß√£o pode estar relacionada com a pandemia da Covid-19 e o receio da popula√ß√£o em procurar atendimento nas unidades de sa√ļde, bem como uma poss√≠vel subnotifica√ß√£o ou atraso nas notifica√ß√Ķes em consequ√™ncia das equipes estarem envolvidas no enfrentamento da pandemia‚ÄĚ, destacou o secret√°rio.

Controle - A Secretaria da Sa√ļde enfatiza a import√Ęncia do controle e elimina√ß√£o dos criadouros do Aedes aegypti, com a organiza√ß√£o dos servi√ßos de sa√ļde para que isso aconte√ßa mas, principalmente, com a participa√ß√£o da popula√ß√£o. ‚ÄúO √ļltimo levantamento entomol√≥gico, realizado entre abril e junho deste ano, comprovou que os focos do mosquito est√£o nas resid√™ncias, em pontos que acumulam √°gua. S√£o estes criadouros que precisam ser eliminados‚ÄĚ, alertou o secret√°rio.

Pontos - De acordo com o levantamento, 80,8% dos criadouros foram encontrados em pontos passíveis de remoção e elimináveis, como lixo, entulhos de construção, pneus, vasos de plantas com pratos, recipientes de degelo, entre outros.

Outras doen√ßas - Em rela√ß√£o √† chikungunya, o informe registrou 94 casos confirmados no per√≠odo, al√©m de 2 casos de zika v√≠rus. As doen√ßas tamb√©m s√£o transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti.

Preliminares - Os dados apresentados no boletim desta ter√ßa-feira s√£o preliminares. Os munic√≠pios e Regionais de Sa√ļde ter√£o at√© o m√™s de outubro para concluir as investiga√ß√Ķes relacionadas ao per√≠odo. Na pr√≥xima ter√ßa-feira (10/08), a Sesa publicar√° o primeiro boletim relativo ao per√≠odo 2021/2022.

A√ß√Ķes - A Secretaria da Sa√ļde realizou no per√≠odo epidemiol√≥gico 2020/2021 diversas atividades para o enfrentamento de arboviroses. Foram promovidas capacita√ß√Ķes online via YouTube para orientar os t√©cnicos sobre o manejo cl√≠nico da dengue e a import√Ęncia do trabalho integrado entre os Agentes de Combate a Endemias (ACE) e Agentes Comunit√°rios de Sa√ļde (ACS).

Parceria - Houve tamb√©m parceria com Escola de Sa√ļde P√ļblica para o curso online de Aperfei√ßoamento de Vigil√Ęncia em Sa√ļde, com √™nfase em Vigil√Ęncia Ambiental nas A√ß√Ķes de Controle de Doen√ßas Transmitidas por Vetores e Zoonoses, com 340 participantes.

COE - Em mar√ßo de 2020 foi estabelecido, por meio de resolu√ß√£o (126/2020), o Centro de Opera√ß√Ķes de Emerg√™ncia (COE), com reuni√Ķes peri√≥dicas e online, com participa√ß√Ķes das Regionais de Sa√ļde, representantes do Conselho de Secret√°rios Municipais de Sa√ļde do Paran√°, Minist√©rio P√ļblico do Paran√°, Conselho Regional de Medicina e Sesc/PR, entre outros.

Unidades Sentinelas - ‚ÄúDestacamos ainda que foram criadas 60 Unidades Sentinelas distribu√≠das nas 22 Regionais de Sa√ļde para realizar monitoramento oportuno do in√≠cio da circula√ß√£o viral da dengue, zika e chikungunya‚ÄĚ, disse a diretora de Aten√ß√£o e Vigil√Ęncia em Sa√ļde, Maria Goretti David Lopes.

Surto - Por meio de uma destas unidades sentinelas, acrescentou a diretora, foi identificado o surto de febre chikungunya no município de Apucarana, em abril deste ano, possibilitando uma rápida intervenção.

Notas orientativas¬ī- ‚ÄúAl√©m disso, a Sesa elaborou seis notas orientativas para apoiar os munic√≠pios no enfrentamento √†s arboviroses, desde o controle vetorial at√© o trabalho das equipes de vigil√Ęncia e aten√ß√£o √† sa√ļde, principalmente nesse momento de cocircula√ß√£o viral entre dengue e Covid-19‚ÄĚ, ressaltou Maria Goretti. (Ag√™ncia de Not√≠cias do Paran√°)

FOTO: Pixabay

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias

/* #### ANTIGA TAG DO GOOGLE ANALYTICS */