Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias PARANA.COOP+10 I: Ocepar retoma ações do Programa de Educação Política do cooperativismo

 

 

cabecalho informe

PARANA.COOP+10 I: Ocepar retoma ações do Programa de Educação Política do cooperativismo

destaque educacao politica 26 11 2021Para buscar mais representatividade política e fortalecer a Frente Parlamentar do Cooperativismo (Frencoop), o Sistema Ocepar vai retomar as ações do Programa de Educação Política (parana.coop+10). Lançado no período anterior às eleições de 2018, o projeto segue as premissas do programa desenvolvido pelo Sistema OCB (Organização das Cooperativas Brasileiras) e tem por objetivo fomentar a consciência, o engajamento e a participação política dos cooperativistas paranaenses. Para 2022, já estão sendo preparadas novas estratégias de atuação político-institucional. O cronograma de atividades e as ações do programa foram debatidos, na manhã de quinta-feira (25/11), durante o Fórum de Educação Política 2022. O evento online reuniu mais de 100 lideranças do Paraná, da OCB e das organizações estaduais do cooperativismo de Santa Catarina e do Mato Grosso do Sul.

Perspectivas e cenários - Promovido pelo Sistema Ocepar, o Fórum debateu perspectivas para o próximo ano. O doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (USP), Humberto Dantas, apresentou o cenário político nacional para 2022. Já o doutor em Teoria Econômica pela USP, Juan Jensen, e o economista graduado na PUC-SP e mestre em Macroeconomia e Finanças pela FGV-SP, Bruno Lavieri, palestraram sobre a conjuntura econômica global e do país. As ações projetadas dentro do Programa de Educação Política do Cooperativismo para 2022 foram apresentadas pela gerente técnica, econômica e de Relações Institucionais da OCB, Clara Pedroso Maffia, e pela coordenadora de Relações Parlamentares da Ocepar, Daniely Andressa da Silva. 

Voto consciente - A abertura do evento foi realizada pelos presidentes do Sistema Ocepar e OCB, respectivamente, José Roberto Ricken e Marcio Lopes de Freitas. Segundo Ricken, o Programa de Educação Política pretende repassar informações de qualidade para que os diferentes públicos do cooperativismo tenham acesso a dados corretos e checados, evitando a desinformação e as notícias fake news. “A Ocepar vai atuar em sintonia com a OCB, de forma coordenada e por meio de uma rede de contatos com os cooperativistas do Paraná. Vamos destacar as ações dos parlamentares que nos apoiam e identificar possíveis candidatos que tenham identificação com o cooperativismo e estejam dispostos a trabalhar em prol da defesa das demandas do setor. É um movimento pelo voto consciente, sem vinculação partidária, que busca o fortalecimento legítimo da representação política do cooperativismo”, afirmou.

Comunicação - Segundo Marcio Lopes de Freitas, o setor cooperativista precisa participar do ambiente de representação política, pois os espaços não ocupados acabam sendo preenchidos por outros segmentos. “Pretendemos espalhar por todo o país esse movimento de comunicação e educação política, utilizando para isso as ferramentas mais ágeis das redes sociais. O programa não tem posicionamento partidário ou ideológico, mas sim uma estratégia de defesa institucional do cooperativismo. Atuaremos de forma técnica, analisando o histórico e o perfil de cada candidato, consultando os líderes locais do cooperativismo, para destacar o trabalho de quem realmente tem compromisso com o setor”, explicou.

Ocesc - O presidente da Ocesc (Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina), Luiz Vicente Suzin, parabenizou a Ocepar pela realização do Fórum e afirmou que o cooperativismo catarinense também irá se engajar nas ações de educação política capitaneadas pela OCB. “A liderança cooperativista precisa assumir essa missão para fortalecer a representatividade política do setor. O programa desenvolvido pela OCB, implantado de forma exemplar pela Ocepar no Paraná, é uma oportunidade estruturada para trabalharmos por uma boa causa, ampliando nossa força política, algo que é merecido pela importância das cooperativas para o país”, disse.

OCB/MS - Na opinião do presidente da OCB/MS (Organização das Cooperativas do Estado de Mato Grosso do Sul), Celso Ramos Régis, é fundamental que o setor se organize para fortalecer sua representatividade política. “É uma ação de cidadania, por meio de um trabalho de educação, com o propósito de levar informações de qualidade ao público cooperativista. Precisamos fazer a defesa do cooperativismo de forma uníssona, para que tenhamos, no Congresso Nacional, muitos parlamentares com conhecimento e que reconheçam a importância do cooperativismo, e que façam a nossa defesa no legislativo”, ressaltou.

Links - Clique nos links abaixo para conferir as apresentações do Fórum.

Conjuntura política e perspectivas

Conjuntura econômica e perspectivas

 

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias