Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias COCAMAR II: Produtor de Mandaguaçu é homenageado em visita do Rally

 

 

cabecalho informe

COCAMAR II: Produtor de Mandaguaçu é homenageado em visita do Rally

cocamar II 02 12 2021O agropecuarista Osvaldo Aquaroni, de Mandaguaçu (PR), foi o terceiro nesta safra de verão 2021/22 a receber o troféu da Ação de Impacto Basf, entregue durante as viagens do Rally Cocamar de Produtividade, que está distinguindo 30 protagonistas do agro regional pelas suas boas práticas. Os dois primeiros foram Edvaldo Baveloni e Edio Favoretto, ambos de Maringá (PR).

Agropecuária - Aquaroni recepcionou a equipe do Rally na tarde de sexta-feira (26/11), na Fazenda São Francisco, naquele município. Em 420 alqueires (1.016 hectares), ele produz soja e milho e mantém pecuária de corte e gado leiteiro.

Homenagem - Ao entregar o troféu ao produtor, o representante técnico de vendas (RTV) da Basf, Rafael Franciscatti, ressaltou que a premiação presta um reconhecimento àqueles que se sobressaem pelo seu desempenho na atividade e contribuem para a sustentabilidade do setor. “Você é um produtor que nasceu para ser campeão”, está escrito no troféu. Aquaroni se disse lisonjeado e agradeceu a homenagem: “A gente sempre procura fazer o melhor, com o apoio técnico da Cocamar”.

Braquiária - Em 300 alqueires (726 hectares) a soja é cultivada pelo terceiro ano em plantio direto sobre palhada de braquiária. A cobertura preserva a umidade do solo, impede a erosão, repõe matéria orgânica e inibe o surgimento de ervas de difícil controle como buva e capim-amargoso, sendo que o enraizamento profundo da braquiária rompe a camada de compactação e, entre outros benefícios, favorece a infiltração de água. A braquiária é mantida em consórcio com o milho, no inverno.

Produtividade - A média de produtividade da oleaginosa nos últimos anos é de 150 sacas por alqueire (62/hectare).

Família - Osvaldo Aquaroni recebeu a caravana do Rally ao lado da esposa Neuracy, com quem se casou em 1968. Eles têm três filhos, cinco netos e uma bisneta.

Capela - Devota de São Francisco, a família construiu recentemente uma capela na sede da Fazenda em louvor ao santo protetor dos animais. “Aqui é um pedaço do paraíso”, disse dona Neuracy, no interior do templo.

Café e alimentos - Além de produtor rural e pecuarista, Osvaldo atua desde 1968 com uma empresa compradora de café em Mandaguaçu, a Sociedade Cafeeira São Sebastião Ltda, onde inicialmente trabalhava ao lado do pai, Aldo, e dois sócios. Em 1991, ele ampliou os negócios ao firmar sociedade com Maurício Righetti para impulsionar a Alimentos Atalaia, na cidade do mesmo nome, que oferece um amplo leque de produtos aos pontos de venda.

História - Os Aquaroni chegaram a Mandaguaçu em 1949, vindos de Cambé, cidade que os acolheu três anos antes, quando migraram de Taquaritinga (SP) em busca de melhores perspectivas de vida no Paraná. Lá, eles viveram em terras dos Brinholi, seus parentes, na Água Mato Grosso.

Geada negra - “Mandaguaçu, na época, era muito forte no café”, conta Osvaldo, citando que sua família, além de produzir, começou a lidar com o comércio desse produto em 1959. Quando ocorreu a geada negra de 1975, que destruiu os cafezais paranaenses, os Aquaroni, como todo mundo, sofreram um baque, mas como tinham estoques na empresa, acabaram se beneficiando com a forte alta das cotações.

Sobre o Rally - O Rally Cocamar de Produtividade, em sua sétima edição consecutiva, conta com o patrocínio das seguintes empresas: Basf, Fairfax do Brasil – Seguros Corporativos, Fertilizantes Viridian, Zacarias Chevrolet e Sicredi União PR/SP (principais), Cocamar Máquinas, Lubrificantes Texaco, Estratégia Ambiental e Irrigação Cocamar (institucionais), com apoio da Aprosoja/PR, Cesb e Unicampo. (Imprensa Cocamar)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias