Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias SECA IV: Perdas no agronegócio já atingem a marca de R$ 47 bilhões

 

 

cabecalho informe

SECA IV: Perdas no agronegócio já atingem a marca de R$ 47 bilhões

seca IV 14 01 2022Segundo levantamentos realizados pelas Secretarias de Agricultura dos Estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul, as perdas no agronegócio brasileiro, devido à forte estiagem que atinge as regiões produtoras, já somam R$ 47 bilhões. A falta de chuvas que atinge a região Sul e o Centro-Oeste obrigam muitos produtores a passar roçadeiras nas lavouras e preparar o solo para o próximo cultivo. Na região Oeste do Paraná, onde uma missão do Ministério da Agricultura e Abastecimento (Mapa), liderada pela ministra Tereza Cristina esteve nesta quarta-feira (13/01), esteve algumas áreas o prejuízo passa dos 80% na atual safra, o que acaba inviabilizando a colheita.

Paraná - Segundo o Departamento de Economia Rural (Deral) da Secretaria de Agricultura do Paraná, a estimativa é que os produtores de soja, milho e feijão já acumulam um prejuízo de R$ 25,6 bilhões, com tendência de aumento pela continuidade falta de chuvas suficientes ainda. Consequentemente essas perdas também irão impactar outras cadeias, como de carnes, batata, tabaco e hortifrutigranjeiros.

Rio Grande do Sul - Já no estado do Rio Grande do Sul, de acordo com projeções realizadas por entidades do setor produtivo, a perda já atinge R$ 19,9 bilhões, sendo que deste total, R$ 14,5 bilhões são valores que os produtores de soja deixarão de vender e outros R$ 5,4 bilhões somente na produção do milho.

Santa Catarina - Para a Secretaria de Agricultura de Santa Catarina, o prejuízo no estado já atinge a marca de R$ 1,5 bilhão.

Mato Grosso do Sul - Na região do Centro-Oeste, Mato Grosso do Sul, setores ligados a agricultura afirmam que as perdas por lá já chegam em R$ 1,6 bilhão e com possibilidade de aumento.

FOTO: Samuel Milléo Filho / Sistema Ocepar 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias