Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias RENOVAPR: Cooperativas de crédito participam da Semana das Energias Renováveis

 

 

cabecalho informe

RENOVAPR: Cooperativas de crédito participam da Semana das Energias Renováveis

Entre os dias 20 e 24 deste mês, o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná-Iapar-Emater (IDR-Paraná) estará promovendo a Semana das Energias Renováveis, juntamente com o Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), o Banco do Brasil e as cooperativas de crédito dos Sistemas Sicredi, Sicoob e Cresol, além da Credialiança. A ideia é incentivar os produtores a buscar fontes alternativas e implantar sistemas próprios de geração de energia, já que os custos com esse insumo representam grande parte das despesas da atividade agropecuária.

RenovaPR - No Paraná, produtores rurais, agroindústrias, empresas integradoras e cooperativas agropecuárias contam com as facilidades proporcionadas pelo Programa RenovaPR, do Governo do Estado, e que pode ser acessado tanto para a instalação de unidades solar fotovoltaicas quanto de biodigestores, que transformam a biomassa em energia. Para dar andamento ao projeto, o produtor precisa buscar informação nos escritórios do IDR-Paraná. Caso pretenda aproveitar os benefícios do Banco do Agricultor Paranaense, ele deve procurar também o agente financeiro credenciado a esse programa, entre os quais estão as cooperativas de crédito.

Juros - O Banco do Agricultor prevê que, em projetos contratados até 31 de dezembro de 2022, o Estado assume integralmente o pagamento das taxas de juros para as linhas do Plano Safra. São passíveis do benefício valores financiados de até R$ 500 mil para energia solar fotovoltaica e de até R$ 1,5 milhão em biodigestor.

Garantidor - Nesse processo, a Fomento Paraná, responsável pela gestão administrativa e financeira do Fundo de Desenvolvimento Econômico (FDE), tem papel fundamental como garantidor da compensação assumida pelo Estado.

Total de projetos - Até a última quinta-feira (09/06) o RenovaPR somava 2.153 projetos acatados pelo IDR-Paraná, totalizando um investimento de R$ 414.350.460,70. O número de projetos nos bancos é de 1.036 ou R$ 178.576.213,65. O Governo do Estado já cadastrou 462 empresas prestadoras de serviços para energia solar e 16 para biogás e biometano.

Viabilidade - Como os incentivos de Juro Zero para as linhas do Plano Safra propiciados pelo Banco do Agricultor Paranaense para o RenovaPR vão apenas até 31 de dezembro deste ano, é importante que os produtores façam o seu projeto o quanto antes. Os técnicos do governo estadual lembram, ainda, que também neste ano termina a vigência da Tarifa Rural Noturna, que dá descontos aos produtores. Por isso será necessário implantar sistemas de geração própria de energia para quem deseja se manter competitivo no mercado.

Alerta - O coordenador estadual do RenovaPR, Herlon Goelzer de Almeida, alerta que os produtores interessados devem buscar informações sobre crédito rural junto ao IDR-Paraná e agentes financeiros com suas faturas de energia em mãos. A partir dessa procura será dimensionado o volume necessário de crédito rural no Paraná para o total atendimento da demanda de projetos, evitando a falta de recursos a juros controlados nos bancos.

Retorno - Almeida acrescenta que, em geral, o tempo de retorno sobre o capital investido em energia solar é de 42 meses. Já para o Biogás de 6 a 12 meses para a geração térmica, substituindo lenha e GLP. Ele lembra ainda que, como as linhas de crédito rural são de 60 a 120 meses, com média de 72 meses, o retorno sobre o capital investido é conseguido muito antes do vencimento dos prazos dos financiamentos. (Com informações da Agência Estadual de Notícias)

FOTO: IDR-Paraná

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias