UNIMED LONDRINA: Entrega de cadeiras de rodas marca comemoração dos 10 anos da campanha Eu Ajudo na Lata

205 cadeiras. 14 mil Kg de lacres de alumínio arrecadados. 74 instituições beneficiadas. Estes são os números alcançados pela campanha Eu Ajudo na Lata nos últimos dez anos de atividades. Ao longo deste período, mais de 50 mil pessoas tiveram melhores condições de mobilidade graças ao esforço conjunto de quem acredita neste projeto que é desenvolvido pela Unimed Londrina.

Fãs - Neste tempo de atuação, o projeto ganhou alguns fãs, que se tornaram “figurinhas carimbadas” nas campanhas. O Sr. Mário Massahao Horii, 79 anos, é uma destas pessoas. Ele contribui com a iniciativa desde o primeiro ano e tem o hábito de guardar os lacres em garrafas pet. “Já juntei 791 garrafas para o projeto”, orgulha-se. Conhecido por onde passa, ele conta que a sua maior dedicação é durante a Exposição Agropecuária. “Dá para juntar muitas garrafas lá”, destaca ele, que também aproveita os jogos do Londrina Esporte Clube no Estádio do Café para realizar a ação. “Sempre perco o segundo tempo porque fico caminhando pelo estádio para pegar os lacres das latinhas dos torcedores”, acrescenta. Neste ano o Sr. Mário doou 133 garrafas cheias de lacres para a campanha, o que representa aproximadamente 85 Kg de alumínio.

Exemplo - E o exemplo do Sr. Mário vem fazendo escola. A pequena Luísa Valença Tresse, 7 anos, filha da colaboradora da gestão de Planejamento e Desenvolvimento, Ana Beatriz Tresse, juntou neste ano o equivalente a 13,9 kg de lacres de alumínio para a campanha. Ela foi a vencedora do Concurso MobilizAção, promovido pela Gestão de Sustentabilidade, que premiou os filhos de colaboradores que mais arrecadaram lacres de alumínio. “Eu achei muito legal esta campanha. A minha família inteira participou, meus avós têm uma padaria e eles também me ajudaram”, comenta orgulhosa. Luísa foi premiada com um vale presente e está empenhada para a próxima edição. “Já comecei a juntar lacres para o ano que vem”, afirma.

Total - Nesta edição foram arrecadados 1.010 kg de lacres de alumínio, o que possibilitou a compra de 19 cadeiras de rodas. Exclusivamente neste ano, a Unimed Londrina doou mais 10 cadeiras para a iniciativa, em comemoração aos dez anos de Campanha Eu Ajudo na Lata, portanto o número total de doações foi de 29 cadeiras. “Doze instituições se inscreveram na campanha e seis foram escolhidas para participar da enquete, que define a quantidade de cadeiras a ser doada para cada uma. Com a doação ampliada da Unimed, por conta dos 10 anos, foi possível destinar uma cadeira para cada instituição que se inscreveu e também contemplar a Secretaria Municipal de Educação, que é nossa parceira”, afirma Fabianne Piojetti, gerente de Sustentabilidade da Unimed Londrina.  

Distribuição - A distribuição das cadeiras arrecadadas é definida conforme uma enquete realizada no site da Unimed Londrina. Confira abaixo o resultado deste ano:

1° lugar – Associação Flávia Cristina - 6 cadeiras;

2° lugar – Lar São Vicente de Paulo de Arapongas - 5 cadeiras;

3° lugar – Apae de Alvorada do Sul - 4 cadeiras;

4° lugar – Cáritas Arquidiocesana de Londrina - 3 cadeiras;

5° lugar – Apae Cambé - 2 cadeiras;

6° lugar – Casa Dia para Idosos - 2 cadeiras;

Secretaria Municipal de Educação - 1 cadeira.

Demais - As demais instituições que receberam uma cadeira de rodas cada são: Associação Cristã Projeto Lucas, Centro Social Coração de Maria, Irmãs da Pequena Missão para Surdos, Casa de Repouso Maanaim e Projeto Minha Semente.

Utilização - Para a diretora pedagógica da Associação Flávia Cristina, Márcia Tiossi, atém de atender o público escolar, estas cadeiras são utilizadas na clínica de reabilitação e emprestadas para pessoas da comunidade. Atualmente a Associação Flávia Cristina atende 200 alunos na escola, cerca de 600 pacientes na Clínica de Reabilitação e mais de 400 pessoas em reabilitação em saúde. “Esta doação permite que o dinheiro que usaríamos para compra cadeiras de rodas seja utilizado para adquirir outros itens essenciais para o atendimento”, afirma.

Diferença - Fabianne Piojetti destaca a importância desta iniciativa. “Sabemos que esta doação faz diferença para as instituições e este projeto existe porque as pessoas se comprometem e contribuem com a arrecadação de lacres. Oficialmente a campanha do ano que vem inicia em fevereiro, mas já estamos juntando lacres para conseguir mais cadeiras na próxima edição. Todos estão convidados a participar e os lacres podem ser deixados em qualquer ponto de atendimento da Unimed Londrina”, conclui. (Imprensa Unimed Londrina)

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn