Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias COCAMAR: Indústria de fios conquista a certificação GRS

 

 

cabecalho informe

COCAMAR: Indústria de fios conquista a certificação GRS

cocamar 27 09 2022Sempre alinhada à inovação e também às boas práticas, a Cocamar Cooperativa Agroindustrial acaba de receber mais uma importante certificação, desta vez para a indústria de fios têxteis, que integra o seu parque industrial, em Maringá (PR), a primeira no país a ser certificada por utilizar, como matéria-prima, poliéster reciclado.

Reciclado - A unidade foi distinguida com o certificado de produto reciclado, seguindo a rigorosa norma Global Recycled Standart (GRS), conferido pela Control Union.

Internacional - Para se ter ideia, apenas três indústrias brasileiras do setor têxtil possuem tal certificação, um reconhecimento de âmbito internacional prestado a organizações cujos produtos contenham ao menos 20% de materiais reciclados. Essa conquista assegura ao mercado que a indústria da Cocamar foi avaliada, também, em seus sistemas de gestão social, ambiental, químico e de rastreabilidade. Promovendo o reaproveitamento de resíduos e com isso, mitigando eventuais danos causados pela produção e impactos ao meio ambiente.

Responsável - O certificado atesta ainda que no auge do desenvolvimento global sustentável, ao reutilizar e reciclar materiais, a cooperativa emprega de forma responsável os recursos renováveis, contribuindo para reduzir a dependência de não-renováveis e minimizando a disposição de resíduos.

Autenticidade - O gerente executivo comercial Fibras, Luís Fernando Gomes, comenta que “há mais de dez anos a Cocamar produz fios mistos utilizando poliéster reciclado. Contudo, era preciso propagar a veracidade do processo. Com a certificação GRS, podemos garantir a autenticidade da produção e isto deverá impactar positivamente, gerando mais negócios”.

Avançar - Para a gerente executiva de gestão e TI, Paula Rebelo, a conquista permite que toda uma cadeia possa avançar nessa certificação. Se uma malharia quiser obter o certificado GRS, por exemplo, terá que comprar fios de uma indústria que já seja certificada. “Não se trata apenas de uma certificação para garantir o produto, ela trará novos negócios para a cooperativa, além de toda a sustentabilidade que garantimos”, frisou, completando: “a certificação vai agregar ao negócio e ajudaremos a expandir a cadeia produtiva do reciclável”.

PET - O poliéster reciclado é obtido do processamento de embalagens PET (Tereftalato de Etileno) recolhidas por catadores de rua, o que contribui para a retirada desses resíduos do meio ambiente, conferindo-lhes uma destinação nobre. (Imprensa Cocamar)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias