Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias UNIMED PONTA GROSSA: Cooperativa e Grupo Asas certificam profissionais do HU-UEPG no Programa Acolher

 

 

cabecalho informe

UNIMED PONTA GROSSA: Cooperativa e Grupo Asas certificam profissionais do HU-UEPG no Programa Acolher

unimed ponta grossa 28 09 2022Na noite da última segunda-feira (26/09), a Unimed Ponta Grossa e a Associação Sênior de Apoio à Saúde (Grupo Asas) promoveram o encerramento do Programa Acolher, uma parceria com o Hospital Regional Universitário dos Campos Gerais (HU-UEPG). O evento contou com a palestra “Comunicação difícil em saúde”, ministrada pelo médico paliativista, e diretor da Academia brasileira de Cuidados Paliativos, Douglas Crispim.

Causa e consequência - “Comunicação é causa e consequência. Por um lado, ela é causa porque a má comunicação causa muito estrago. Uma comunicação inadequada vai fazer muito mal para as pessoas. Mas ela é consequência também porque a comunicação nasce daquilo que temos dentro de nós e é isso que vai transbordar para o outro, junto com coragem, com empatia ou com a falta disso. Por isso, é causa e consequência e, para o paciente que está grave e tem pouco tempo conosco, e para a família dele, essa comunicação tem que ser especial”.

Objetivo - O Programa Acolher teve o intuito de acolher uma instituição pública e compartilhar as práticas voltadas aos cuidados paliativos e, dessa forma, acolher a comunidade nesse tipo de cuidado. No Paraná, a cooperativa médica, junto com o Asas, é a primeira do Sistema Unimed do estado a realizar um projeto como esse.

Certificado - Após a palestra, mais de 30 profissionais do HU-UEPG receberam o certificado de conclusão do curso, que contemplou com uma imersão sobre cuidados paliativos, de forma presencial e online, abordando manejo de sintomas, protocolos clínicos e processos de luto.

Mente e coração - “Todos nós da área da saúde temos que exercer o cuidado com a mente e o coração e a parte da mente a gente trabalhou no curso, a parte do coração é aquilo que a gente já faz ao escolher a profissão”, comentou Cynthia Koheler, coordenadora médica da Gestão em Saúde da Unimed Ponta Grossa.

Transformação - Ao parabenizar os profissionais pela participação no curso, Ricardo Zanetti Gomes, médicos responsável técnico pelo Hospital Regional, destacou que “isso [a parceria] foi pensado para transformação do cuidado, aproveitando conhecimento e habilidades. O nosso hospital é um cenário para que essas habilidades sejam desenvolvidas a cada dia”.

Experiência positivas - Para Simone Küller Chaves, psicóloga que atua no HU-UPG, participar do curso contribuiu para proporcionar experiências mais positivas a pacientes e familiares. “Cuidar das emoções e sentimentos já é algo que fazemos no dia a dia. Mas eu pensava em cuidados paliativos muito mais somente como pacientes em fim de vida. E mostrar pra ele tudo que ele pode viver até que esse momento chegue, pensar em todas as possibilidades e construções que a gente pode fazer com esse paciente enquanto ele está conosco pra mim é muito importante. Nesse período em que o curso aconteceu, já pudemos ter algumas experiências de acompanhamento no hospital, de coisas que estão ao nosso alcance e que, às vezes, não pensávamos sobre”.

Sobre cuidados paliativos - Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em conceito definido em 1990 e atualizado em 2002 e 2017, “Cuidados Paliativos consistem na assistência promovida por uma equipe multidisciplinar, que objetiva a melhoria da qualidade de vida do paciente e seus familiares, diante de uma doença que ameace a vida, por meio da prevenção e alívio do sofrimento, por meio de identificação precoce, avaliação impecável e tratamento de dor e demais sintomas físicos, sociais, psicológicos e espirituais”. (Imprensa Unimed Ponta Grossa)

 

Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn

Últimas Notícias