Início Sistema Ocepar Comunicação Informe Paraná Cooperativo Últimas Notícias INFRAESTRUTURA: Sistema OCB apresenta projeto piloto de energias renováveis e visita cooperativas

 

 

cabecalho informe

INFRAESTRUTURA: Sistema OCB apresenta projeto piloto de energias renov√°veis e visita cooperativas

1infraestrutura 19 06 2024O Sistema OCB participou, na quarta-feira passada (12/06), do Fórum de Cooperativas de Geração Compartilhada de Energia Elétrica, realizada pelo Sistema Ocepar, em Curitiba. Durante o encontro, foi apresentado o Projeto Piloto de Energias Renováveis, uma iniciativa do Sistema OCB para que as cooperativas do setor possam compartilhar seus desafios e resultados esperados. Com um enfoque voltado para o desenvolvimento organizacional, o projeto beneficia seis cooperativas de geração distribuída nos estados do Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Bahia, Goiás e Paraíba.

Mitiga√ß√£o das dificuldades - O projeto foi desenvolvido para ajudar a mitigar as dificuldades que as cooperativas do segmento enfrentam, como a fideliza√ß√£o dos cooperados, a viabilidade econ√īmica e social, a conformidade legal e documental, a aus√™ncia de controles internos e a diversidade do modelo de neg√≥cio. Para La√≠s Castro, analista do Sistema OCB, a oportunidade de trocar experi√™ncias √© enriquecedora. "Com esta iniciativa, conseguimos entender quais as necessidades das cooperativas envolvidas para melhorar a atua√ß√£o da Unidade Nacional tanto num movimento interno, quanto externo", disse.

Solu√ß√Ķes - Entre as solu√ß√Ķes oferecidas pelo projeto est√° o Diagn√≥stico Assistido de Identidade, que permite a elabora√ß√£o de planos de melhorias e acompanhamento trimestral das a√ß√Ķes desenvolvidas, al√©m de consultorias em comunica√ß√£o, marketing e planejamento estrat√©gico. Oferece ainda um sistema operacional disponibilizado para facilitar a gest√£o da energia gerada pela cooperativa, bem como a administra√ß√£o do relacionamento e servi√ßos prestados aos consumidores.

Est√°gio - A discuss√£o sobre o est√°gio atual das cooperativas de Gera√ß√£o Distribu√≠da √© de extrema import√Ęncia dentro do contexto do cooperativismo e do setor de energia. Por isso, o Sistema OCB se preocupa e reconhece a necessidade de um esfor√ßo conjunto com as OCES para fortalecer suas opera√ß√Ķes internas e, consequentemente, ampliar sua efic√°cia externa.

Esfor√ßos - Para Thayn√° C√īrtes, analista do Ramo Infraestrutura, √© importante consolidar esfor√ßos na defesa coletiva dos interesses do setor. "O modelo cooperativista deve ser integralmente respeitado nos processos regulat√≥rios em curso. Nosso objetivo √© conseguir fazer o monitoramento de perto de todos os desenvolvimentos relativos √† Gera√ß√£o Distribu√≠da, com um ambiente justo e favor√°vel", afirmou.

Visitas de campo - O Sistema OCB realizou diversas visitas no Paran√° e em S√£o Paulo para conhecer cooperativas permission√°rias de distribui√ß√£o de energia, habitacionais e agro com o objetivo de entender melhor suas opera√ß√Ķes e ouvir seus projetos e necessidades.

Preocupa√ß√Ķes - As visitas √†s cooperativas como Cetril (SP) e Castro-Dis (PR) permitiu entender melhor quais as preocupa√ß√Ķes de cada uma em rela√ß√£o √† abertura do mercado livre de energia. Em cada oportunidade, foram destacadas as press√Ķes que elas enfrentam de empresas que incentivam a migra√ß√£o de cooperados para esse mercado, com quest√Ķes complexas sobre contrata√ß√£o e opera√ß√£o, especialmente no que se refere a custos associados aos medidores inteligentes.

Castrolanda - A experiência da Cooperativa Agropecuária Castrolanda (PR), que abriu uma comercializadora de energia em 2019, também fez parte das visitas. Ela compra e vende energia elétrica no mercado livre, atendendo várias cooperativas como clientes e foi pioneira no setor agrícola a implementar a iniciativa, com o propósito de gerenciar riscos e reduzir custos operacionais.

Redu√ß√£o anual- Desde sua entrada no mercado livre, a Castrolanda registra uma redu√ß√£o anual de 11 milh√Ķes na conta de energia el√©trica. ‚ÄúAl√©m de otimizar os custos, a cooperativa assegura o uso de energia limpa em sua produ√ß√£o e busca aprimorar a efici√™ncia energ√©tica em toda sua cadeia produtiva. Ficou evidente que ingressar no mercado livre de energia representou um grande desafio devido aos riscos operacionais envolvidos, mas que os resultados t√™m sido significativos‚ÄĚ, destacou Thayn√° C√īrtes.

Cooperteto - A Cooperteto (SP), cooperativa habitacional fundada em 1996, foi mais uma a receber a equipe do Sistema OCB. Com forte enfoque social, ela está investindo em contrapartidas ambientais como compostagem de resíduos para produção de produtos que podem ser vendidos posteriormente.

Trajet√≥ria emocionante - De acordo com Thayn√°, a cooperativa tem uma trajet√≥ria emocionante, baseada nos princ√≠pios de igualdade e solidariedade. ‚ÄúInicialmente, eles constru√≠am unidades habitacionais por meio da for√ßa de trabalho dos pr√≥prios cooperados, organizando mutir√Ķes. Atualmente, esse modelo n√£o √© mais vi√°vel, mas a cooperativa continua a engajar os cooperados em projetos para que se sintam parte integrante e compreendam os princ√≠pios do movimento‚ÄĚ, contou. (Sistema OCB)

2infraestrutura 19 06 2024

3infraestrutura 19 06 20244infraestrutura 19 06 2024

icone prcoop icone instagram icone facebook icone X icone linkedin icone youtube icone flickr icone endereco