Início Sistema Ocepar Comunicação Rádio Paraná Cooperativo

 

cabecalho radio

Encontro em Curitiba reúne agentes e instrutores e discute nova metodologia do Cooperjovem

Discutir a nova metodologia do Programa Cooperjovem e alinhar estratégias de atuação para ampliar seu alcance no ambiente escolar e nas comunidades. Esses são os principais objetivos do "Encontro de Agentes e Instrutores", que foi aberto em 18/01, no Hotel NH The Five, em Curitiba. Iniciativa do Sistema Ocepar, viabilizada pelo Sescoop/PR, o evento reúne cerca de 50 participantes, entre eles profissionais que atuam nas 16 cooperativas paranaenses aderentes ao Cooperjovem.

Ouça aqui!

Exportações do agronegócio fecham 2022 com US$ 159 bilhões em vendas

As exportações do agronegócio somaram US$ 159,09 bilhões em 2022, com alta de 32% em relação ao ano anterior. De acordo com a Secretaria de Comércio e Relações Internacionais (SCRI) do Ministério da Agricultura e Pecuária, os preços internacionais das commodities agrícolas influenciaram o desempenho.

Ouça aqui!

Conab diz que frutas registram queda de preços

Balanço divulgado em 17/01, em Brasília, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) revela queda de preços - no atacado - de produtos hortifruti como banana, laranja, mamão e melancia, em função da maior oferta e de menor demanda por parte de consumidores. O "1º Boletim do Programa Brasileiro de Modernização do Mercado Hortigranjeiro (Prohort)", no entanto, identificou alta, nas Centrais de Abastecimento (Ceasas), das cotações de batata e tomate, em parte pela transição de safras. O documento de janeiro apresenta cotações observadas em dezembro de 2022.

Ouça aqui!

Qual o tamanho do "Cooperjovem" no Brasil e no Paraná?

O Programa "Cooperjovem" tem como propósito disseminar a cultura da cooperação no ambiente escolar e na comunidade em seu entorno.

Ouça aqui!

Incidência de cigarrinha-do-milho no PR deve continuar alta na 2ª Safra

As ocorrências da cigarrinha-do-milho, agente vetor das doenças denominadas Complexo dos Enfezamentos, têm sido um desafio para os produtores rurais no Estado. Essas doenças prejudicam o desenvolvimento das espigas e causam redução da produtividade. O monitoramento da Adapar (Agência de Defesa Agropecuária do Paraná), aliado à pesquisa e à orientação de produtores, tem colaborado para reduzir o problema.

Ouça aqui!